22 abril 2024 - 7:30
- Anúncio -

Filho de vereador é preso com carga milionária de drogas em SC

Preso na última segunda-feira (21) em Navegantes com uma carga milionária de drogas, o suspeito Ruan Brockveld tem 24 anos e é filho do vereador e vice-presidente da Câmara de Vereadores de Penha, Maurício Brockveld, do MDB.
O jovem que é atleta de karatê e professor da modalidade na cidade informou para a polícia que recebia um valor mensal para armazenar a carga avaliada em cerca de R$ 25 milhões.
A ação conjunta entre a Polícia Militar, Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal chegou ao local através da Operação Redentor que tinha informações de um traficante que estaria armazenando uma grande quantidade de drogas na região.
No domingo (20), conforme a investigação, o suspeito havia usado um caminhão para transferir parte da droga de Navegantes para um imóvel locado em Balneário Piçarras. No imóvel foram apreendidos cerca de 725 kg de cocaína e 6,2 kg de crack.
Após a apreensão da droga, as equipes foram até a residência em Navegantes, local onde a droga estava armazenada inicialmente, e localizaram mais drogas e realizaram a prisão de Ruan.
As substâncias apreendidas e o suspeito foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Itajaí. A droga apreendida foi pesada e o jovem foi preso.
O vereador Maurício Brockveld falou sobre o caso e a convivência com o filho. Segundo ele, a família não imaginava que Ruan, que saiu de casa aos 17 anos, tivesse algum envolvimento com o tráfico.
Maurício conta que o filho trabalhava em uma distribuidora aduaneira em Itajaí desde os 18 anos. Para garantir a segurança, o pai diz que se preocupava com a qualidade de vida e se dispunha a ajudar. “A gente sempre achava que ele estava indo bem porque ele dizia”.
“Nunca imaginamos que ele poderia estar envolvido com drogas. Sempre falava para ele não andar com ninguém de má índole e estar correto na sociedade”. O vereador diz que nada justifica o “erro” de Ruan, mas estará ao lado do filho para ajudar na reinserção à sociedade.
“Sou pai dele e tem a mãe e uma irmã de 13 anos. Independente do erro, vou ter que ajudar no que puder porque, preso ou solto, continuo sendo o pai dele”.
Ruan é casado e tem um filho de três anos, o qual levava às vezes para visitar o avô.
Fonte: ND+
spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-