23 maio 2024 - 10:22
- Anúncio -

Estado de Santa Catarina ultrapassa 100 mil casos prováveis de Dengue

Saúde alerta para a importância da hidratação

O informe epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), nesta quarta-feira, 3, mostra que os casos prováveis de dengue (109.534) tiveram um aumento de 188% no ano de 2024 em comparação com o mesmo período do ano passado. No total, 260 municípios registraram casos prováveis e, além disso, já foram confirmadas 51 mortes por dengue.

:: Confira o informe completo aqui

Para evitar o agravamento da doença, a SES alerta para a importância da hidratação intensa logo após os primeiros sintomas. “A dengue pode levar o corpo a ter uma perda de líquido. Por isso, é necessária a reposição adequada para evitar um agravamento do quadro”, destaca João Augusto Brancher Fuck, diretor de vigilância epidemiológica de SC.

O volume definido pelo Ministério da Saúde (MS) para a hidratação é de 60 mililitros (ml) de líquido por quilo (kg). Assim, uma pessoa com 60 quilos deverá ingerir em torno de 3,6 litros por dia. Nos casos suspeitos de dengue, a prioridade deve ser para a água potável, mas também se recomenda a ingestão de água de coco, sucos, chás, isotônicos e soro caseiro (feito a partir da diluição de uma colher (de café) com sal e duas colheres (de sopa) com açúcar para cada litro de água).

Além disso, a secretária de Estado da Saúde também explica que não há remédio específico contra a dengue. “Por isso, as recomendações de não tomar remédios por conta própria e buscar por atendimento para as orientações corretas”, finaliza o diretor.

Cabe sempre lembrar que a melhor medida de prevenção contra a doença continua sendo a eliminação de locais com água parada. Assim, cada um precisa fazer sua parte, com ações simples, para evitar os locais que sirvam de reprodução ao mosquito Aedes aegypti.

 (Dive)-  Secretaria de Estado da Saúde

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-