3 dezembro 2021 - 1:29

Engie Brasil fecha venda do complexo termelétrico Jorge Lacerda à Fram Capital

A transação ocorre 6 meses após o início do período de exclusividade concedido à FRAM Capital e ainda requer cerca de 60 dias para ser concluída.

A administração da ENGIE Brasil Energia, após aprovação do Conselho de Administração da Companhia, assinou em 30 de agosto o contrato de venda para a FRAM Capital do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, localizado em Capivari de Baixo, no Sul de Santa Catarina, cuja capacidade anual instalada é de 857 MW.

A transação ocorre 6 meses após o início do período de exclusividade concedido à FRAM Capital para o processo de due diligence do ativo. O preço de aquisição de 100% da participação acionária da empresa controlada Diamante Geração de Energia, detentora do CTJL, será de até R$ 325 milhões, sendo que R$ 210 milhões serão pagos no fechamento da operação e R$ 115 milhões estão sujeitos ao cumprimento de determinadas condições previstas no Quota Purchase and Sale Agreement (QPA).

“A venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda possibilitará uma transição gradual para a economia da região Sul de Santa Catarina, reduzindo potenciais impactos socioeconômicos locais quando comparada a um processo de descontinuidade das operações”, disse Eduardo Sattamini, Diretor-Presidente e de Relações com Investidores da ENGIE Brasil Energia. A transação ainda requer cerca de 60 dias para ser concluída.

Atualmente, aproximadamente 90% da matriz da ENGIE no Brasil é renovável, proveniente de fontes de geração hidrelétrica, eólica, solar e biomassa. “O processo gradual de descarbonização do portfólio da ENGIE no Brasil está alinhado à estratégia global de acelerar a transição para uma economia neutra em carbono, direcionando investimentos para geração renovável e infraestrutura”, afirmou o Presidente do Conselho da Companhia e CEO da ENGIE no Brasil, Maurício Bähr.

Além da assinatura do contrato de venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, a Companhia também está recebendo propostas para a venda da Usina Termelétrica Pampa Sul, térmica a carvão situada no Rio Grande do Sul.

Sobre o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda:

Localização: Capivari de Baixo (SC)

Capacidade total instalada: 857 MW

* 3 usinas e 7 unidades geradoras de energia:

* Unidade Termelétrica Lacerda A (UTLA)

2 unidades de 50 MW cada

2 unidades de 66 MW cada

Capacidade instalada: 232 MW

* Unidade Termelétrica Lacerda B (UTLB)

2 unidades de 131 MW cada

Capacidade instalada: 262 MW

* Unidade Termelétrica Lacerda C (UTLC)

1 unidade de 363 MW

– 320 empregados diretos

– 614 empregados terceirizados

– 600 empregados temporários nos períodos das revisões (três meses)

Certificações:

– ISO 9001 – Gestão da Qualidade (2004)

– ISO 14001- Gestão do Meio Ambiente (2004)

– ISO 50001 – Eficiência Energética (2014)

– OHSAS 18001 – Segurança e saúde do trabalho (2010)

– ISSO 37001 – Gestão Antissuborno (2020)

Sobre a ENGIE

A ENGIE é referência mundial em energia e serviços de baixo carbono. Com nossos 170 mil colaboradores, clientes, parceiros e stakeholders, estamos comprometidos em acelerar a transição para um mundo neutro em carbono, através do consumo reduzido de energia e soluções mais sustentáveis. Inspirados em nosso propósito, nós conciliamos performance com um impacto positivo sobre as pessoas e o planeta nos apoiando nas nossas atividades chave (gás, energia renovável e serviços) para oferecer soluções competitivas aos nossos clientes.

No Brasil, a ENGIE é a maior empresa privada de energia do País, atuando em geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas. Com capacidade instalada própria de 10.798MW em72 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade nacional, a empresa possui quase 90% de sua capacidade instalada proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e a biomassa.

A ENGIE é também a detentora da mais extensa malha de transporte de gás natural do país, com 4.500 km, que atravessam 10 estados e 191 municípios, graças à aquisição da TAG, concluída em 2020.

Além disso, a ENGIE está entre as maiores empresas em geração fotovoltaica distribuída e possui um portfólio completo em soluções integradas responsáveis por reduzir custos e melhorar infraestruturas para empresas e cidades, como eficiência energética, iluminação pública, monitoramento e gestão de energia. Contando com 3 mil colaboradores, a ENGIE teve no país em 2020 um faturamento de R$ 13,3 bilhões.

A ENGIE está presente na B3 por meio de sua empresa de geração e comercialização de energia cujo ticker é o EGIE3. Na B3, a ENGIE integra o Novo Mercado, além de ser uma das únicas companhias listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial desde o início do ISE, em 2005. Em 2021, a B3 incluiu os papeis da ENGIE no Índice Carbono Eficiente (ICO2), composto pelas ações das empresas participantes do IBrX 100 que possuem maior transparência em relação ao reporte das emissões dos GEE e de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.

Já o Grupo teve em 2020 uma receita de 55,8 bilhões de Euros e é negociado nas bolsas de Paris e Bruxelas (ENGI), sendo representado nos principais índices financeiros (CAC 40, DJ Euro Stoxx 50, Euronext 100, FTSE Eurotop 100, MSCI Europe) e índices não-financeiros (DJSI World, DJSI Europe e Euronext Vigeo Eiris – World 120, Eurozone 120, Europe 120, France 20, CAC 40 Governance).

Fonte: Notisul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-