29 novembro 2020 - 10:41

Eficiência administrativa faz Cegero distribuir a energia residencial mais barata de Santa Catarina

Você sabia que a Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero) segue firme distribuindo a energia residencial (baixa tensão) mais barata de Santa Catarina praticando o valor de R$ 0,37 o kWh. Entre os fatores que oportuniza o benefício é a sua eficiência administrativa, utilizando em média 16% do valor pago pelos sócios/consumidores para cobrir as despesas e fazer os investimentos, manutenção e operação dos sistemas. No cenário nacional sua colocação é a segunda com melhor preço praticado entre 104 distribuidoras.

O que realmente pesa nos valores pagos pelos sócios/consumidores da Cegero a cada R$ 100,00 não é o R$ 16,00 que ficam na Cooperativa para a cobertura das despesas e investimentos e sim o custo tributário, representando no Estado de Santa Catarina o percentual de 24%, ou seja, o estado arrecada mais do que a própria distribuidora. Além disso, é importante pontuar que a arrecadação do Governo do Estado é garantida, visto que a Cooperativa deposita o valor de ICMS, independente do recebimento ou não da fatura.

Com total transparência a Cegero informa que o custo da energia elétrica na fatura de seus associados/consumidores representa 36,2%, o percentual da transmissão 10,4% e os custos setoriais o percentual é de 13,4%. É importante esclarecer que o cálculo acima não considera a cobrança da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip) e outros convênios.

O presidente da Cegero, Francisco Niehues Neto, o Chico, faz uma observação importante sobre a composição tarifária e o preço praticado. “Com a carga tributária significativa e sabendo que a cada ano será mais difícil para as cooperativas, a Cegero intensificou o caminho da profissionalização, buscando a eficiência na gestão, transparência nas suas decisões, prática dos princípios cooperativistas, planejamento de médio e longo prazo nos investimentos, foco e esforço conjunto para beneficiar ao máximo seu sócios/consumidores. Os membros que integram o Conselho Administrativo e a equipe de funcionários estão em sintonia, na mesma direção, com foco nos mesmos objetivos e metas”, resume.

O preço mais caro praticado em Santa Catarina é de R$ 0,68 kWh. É beneficiado pelo valor de R$ 0,37 o kWh residências, comércios e demais consumidores ligados a baixa tensão.

Acesse o link e confira a posição da Cegero: https://www.aneel.gov.br/ranking-das-tarifas

Fonte: Ascom / Cegero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-