13 abril 2024 - 11:05
- Anúncio -

DIC de Tubarão elucida um estelionato, dois furtos e um roubo

Crimes foram praticados por uma associação criminosa de Balneário Camboriú

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Tubarão, elucidou um estelionato, dois furtos e um roubo ocorridos na cidade de Tubarão no ano de 2021, e prendeu uma suspeita e outro encontra-se foragido.

A DIC de Tubarão tomou conhecimento de que indivíduos estariam aplicando golpes do bilhete na cidade de Tubarão. No dia 17 de agosto de 2021, uma idosa de 75 anos teria sofrido um prejuízo de R$ 13.000,00 (treze mil reais) e teve seu celular subtraído. Já no dia 07 de outubro de 2021, uma idosa de 71 anos teve um prejuízo de R$ 7.000,00 (sete mil reais) e no dia 10 de novembro de 2021 uma senhora de 71 anos acabou por ser vítima de um roubo, uma vez que, ao perceberem que a idosa não havia “caído no golpe”, um dos autores lhe aplicou um “mata-leão” e subtraiu uma gargantilha de ouro.

Assim que tomou conhecimento dos fatos, a DIC de Tubarão procedeu em diligências no intuito de identificar os autores. Durante as investigações percebeu-se que se tratava de um bando especializado nesse tipo de crime e que eles seriam naturais do Rio Grande do Sul e moravam atualmente na cidade de Balneário Camboriú.

Instaurou-se o competente inquérito policial e, após a coleta de robusto conjunto probatório, identificou-se LR, de 41 anos, e JR, de 34 anos, como dois dos autores dos fatos supracitados. Face aos elementos coletados, o Delegado de Polícia que preside as investigações representou por busca e apreensão na casa dos suspeitos e pela prisão preventiva deles, pleito que fora deferido pelo Douto Juízo da 1º Vara Criminal de Tubarão.

Na última sexta-feira, policiais da DIC de Tubarão, com o apoio da DPCo de Porto Belo, se deslocou à cidade de Balneário Camboriú e deram cumprimento aos dois mandados de busca e apreensão e a um dos mandados de prisão, estando o outro investigado foragido. Durante as buscas os policiais apreenderam cinco bilhetes “premiados” da mega sena. Após os procedimentos de polícia judiciária a detida foi encaminhada ao Presídio Feminino de Itajaí, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

As investigações prosseguem no intuito de identificar outros comparsas e capturar o segundo suspeito.

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-