18 junho 2024 - 11:46
- Anúncio -

Defesa Civil prevê enchente de até 7,5 metros em Rio do Sul

A Defesa Civil de Rio do Sul prevê que o nível do rio Itajaí-Açu possa atingir a cota de inundação de 7,5 metros, e a cota de atenção em 8,5 metros, baseado na chuva das últimas 24 horas na região e pela previsão de mais tempestades para este sábado (18).

Neste cenário, Rio do Sul já volta a ter enchente, mobilizando comunidades que residem em áreas mais baixas a retirar seus pertences e a busca por locais seguros. Bairros como Taboão, Pamplona, Bela Aliança, Santa Rita são os primeiros a serem atingidos.

A chuva na região já ultrapassou os 120 milímetros nas últimas 24h e a previsão é de mais chuva ainda para este sábado. No domingo, o volume deve diminuir consideravelmente.

O nível do rio Itajaí-Açu em Rio do Sul, assim como o das barragens e a cota de inundação por ruas, pode ser acompanhado no site oficial da Defesa Civil de Rio do Sul: defesacivil.riodosul.sc.gov.br. Emergências devem ser comunicadas no telefone 199.

Segundo a prefeitura, a cota de inundação é 8,5 metros. Já a cota de atenção, quando há possibilidade moderada de ocorrência de inundação, é de 9,5 metros. Há quatro abrigos abertos na cidade caso pessoas fiquem desabrigadas.

Algumas ruas de Rio do Sul começam a alagar quando a água atinge os 7 metros. Ao meio-dia, quando o Itajaí-Açu estava em 5,79 metros, o acesso à Rua Wenceslau Borini pela ponte sobre o ribeirão Ximbica já estava interditado. Com 7,5 e 8 metros já começa a atingir casas.

A recomendação é que os moradores dessas áreas se preparem para uma enchente e, se necessário, procurem os abrigos. As duas estruturas abertas ficam nos bairros Bela Aliança e Taboão, os mais suscetíveis a inundações.

Ruas alagadasAlgumas ruas do bairro Fundo Canoas, Barra do Trombudo, Barragem e Canoas já podem apresentar alagamentos por conta da chuva forte que persiste durante este sábado. Os motoristas precisam ter atenção e evitar passar por este tipo de local.

O acesso da rua Wenceslau Borini pela ponte sobre o ribeirão Ximbica já está interditado. A Guarda Municipal está monitorando os locais que costumam ficar interditados por conta da elevação do nível do rio.

Abrigos abertos em Rio do Sul

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e a Defesa Civil estão mobilizando a abertura de abrigos para atendimento de pessoas que precisam sair de suas casas e não tem para onde ir. No momento, apenas o Salão da Comunidade Católica do bairro Bela Aliança, está sendo mobilizado para abertura e atendimento da comunidade.
Clóvis Eduardo Cuco  Comunicação da Prefeitura de Rio do Sul

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<