20 maio 2024 - 3:10
- Anúncio -

Confirmado primeiro caso de dengue contraído no município de São Ludgero

A Gerência Regional de Saúde, após investigação realizada, confirmou o primeiro caso de dengue contraído no município de São Ludgero, por meio do mosquito Aedes Aegypti, no dia de ontem, quinta-feira, 23 de março. Trata-se de uma mulher de 64 anos, com residência em um dos bairros infestados. O pedido da equipe da Secretaria da Saúde é para que as pessoas não deixem água parada em suas residências e empresas. Atualmente, são 2 casos confirmados (um contraído na cidade e outro fora), 44 suspeitos (destes 19 sendo investigados) e 83 focos do mosquito.

A Secretária da Saúde, Morgana Rech da Silva, lembra que o município vem realizando investimentos e ações contínuas ao longo dos últimos anos e fez de tudo para conscientizar as pessoas sobre a importância da ação preventiva. “Levamos a informação às pessoas, a preocupação e as consequências. A Prefeitura por meio dos profissionais fez e continua fazendo a sua parte. Para reverter a situação é preciso que as pessoas façam a sua parte”, alerta. Ela completa ressaltando que é preciso que as pessoas se sensibilizem, se conscientizem sobre a gravidade do problema e façam sua parte. “O poder público de São Ludgero está fazendo a sua parte. Cabe a população fazer a parte dela no enfrentamento ao mosquito”.

Com  o objetivo de unir ainda mais forças e traçar ações pontuais no combate ao mosquito Aedes Aegypti, uma reunião foi realizada no dia 15 de março, na sede da Câmara de Vereadores, com a participação de representantes públicos, órgãos vinculados a prefeitura, associações, entidades, Corpo de Bombeiros, polícias Militar e Civil, e um representante do Governo do Estado.

A Dengue, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, pode matar. Não tem vacina. Os principais sintomas da dengue, após ser picado pelo mosquito com a doença, são febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, náuseas e vômitos.

Algumas das ações realizadas pela Prefeitura – Ao longo dos últimos anos a Prefeitura de São Ludgero, por meio da equipe da Secretaria da Saúde/Vigilância em Saúde, atua forte no enfrentamento ao mosquito. São inúmeras ações, entre elas, mutirões de limpeza pelos bairros da cidade em residências e terrenos baldios, orientações e entrega de materiais pelas Agentes Comunitárias de Saúde, palestras, ações nas instituições de ensino, panfletagem, campanhas e colocação de faixas em pontos estratégicos da cidade. Além disso, foi investido na contratação de mais Agentes de Endemias para auxiliar nos trabalhos, inclusive, monitoramento das armadilhas. Uma ação conjunta com o Exército Brasileiro também já foi realizada. No mês de dezembro, uma coletiva de imprensa aconteceu, para enfatizar a situação delicada enfrentada, reforçar a necessidade da população realizar a sua parte, preventivamente, que é não deixar água parada.

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-