27 fevereiro 2021 - 7:49

Cegero realiza mais uma edição do projeto “Educadores Transformadores”

Com o objetivo de oportunizar uma reflexão sobre o valor da cooperação e tratar dos desafios educacionais, a Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero) promoveu entre os dias 8 e 11 de fevereiro, em sua Sede Social, mais uma edição do projeto “Educadores Transformadores”, para 174 profissionais vinculados a rede municipal e estadual de ensino. A capacitação foi realizada pelo renomado professor Ney Guimarães com recursos da Cooperativa e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

O projeto tem como objetivo oportunizar anualmente aos participantes uma reflexão a respeito do valor da cooperação, enquanto elemento fundamental para o bom andamento dos relacionamentos professor-professor, professor-aluno, aluno-aluno. Com uma abordagem andrológica, por meio de experiências e reflexões, o projeto visa fortalecer também o valor da parceria entre a escola e a cooperativa, bem como apresentar os desafios educacionais para ano que se inicia.

O projeto implantado pela Cegero em 2020 prevê um encontro anual, durante a semana do planejamento pedagógico, para todas as escolas do município de São Ludgero.

Além de ter o objetivo de formar alunos e cidadãos, a escola também é responsável por contribuir na criação de um mundo melhor e mais justo. É o espaço adequado para que o aluno se desenvolva de maneira integral, inclusiva e estruturada, cabendo ao professor ser um facilitador do acesso ao conhecimento formalmente estabelecido e um mediador na interação do aluno com a realidade.

Para o Coordenador Administrativo e de Regulação da Cegero, e Coordenador do Comitê de Cooperativismo, Flávio Schlickmann, a Cooperativa tem em sua essência o objetivo de contribuir com desenvolvimento sustentável da sociedade, promovendo um equilíbrio entre o desenvolvimento econômico, social e ambiental. “E para alcançarmos esse objetivo, o investimento em educação é fundamental. É preciso que o professor e a escola se mantenham em constante desenvolvimento, procurando melhorar suas práticas pedagógicas e ao mesmo tempo refletirem sobre o seu papel no futuro das crianças e jovens. É com base nesse propósito que a Cegero tem desenvolvido projetos na área da educação. Esse projeto é o primeiro de outros que serão implantados, ainda em 2021, na área da educação”, pontua.

Para a Diretora Geral da Escola de Educação Básica São Ludgero, que integra a Rede Estadual de Ensino, Angelina Walter Sizenando Veronez, a capacitação foi proveitosa, sendo um importante momento de aprendizado e de experiência que contribuiu, em muito, com a ansiedade e expectativas dos profissionais no retorno das aulas presenciais. “Foi visível a contribuição para que os profissionais ficassem mais tranquilos em relação a pandemia e a ansiedade em relação as novas experiências”, enfatiza. Ela completa agradecendo o Conselho de Administração da Cegero, em nome do presidente Chico e o Coordenador Flávio, pela iniciativa e parceria na formação das pessoas da comunidade e no investimento em educação. “É a Cegero crescendo e auxiliando no crescimento e desenvolvimento das pessoas e da comunidade”.

Para a Secretária de Educação, Cultura e Esportes de São Ludgero, Maria Marlene Schlickmann, a formação com o Ney Guimarães, promovido pela Cegero, foi um momento de rever a prática pedagógica, repensar a escola e fortalecer os vínculos entre as equipes. “Nesse momento de retorno das aulas se fez muito importante para que todos pudessem refletir sobre o papel da escola na sociedade como um todo”, enfatiza.

Para o presidente da Cegero, Francisco Niehues Neto, o Chico, a formação de professores representa um papel estratégico na qualidade da educação, e com constantes mudanças no mundo atual é necessário que esses estejam sempre aprendendo e adaptando-se para seguirem as novas realidades que o mundo apresenta. “Foi um momento de proximidade do cooperado com a sua Cooperativa”.

Fonte: Comunicação/Cegero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-