13 junho 2024 - 9:15
- Anúncio -

CASAN corta 13 ligações clandestinas durante blitz em Criciúma

Com o objetivo de combater ligações clandestinas de água, a CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) participou de uma blitz em Criciúma. A fiscalização aconteceu na manhã desta terça-feira (5), na Avenida Progresso, junto à CELESC e à Polícia Militar.

Ao todo, foram 13 ligações irregulares cortadas pela Companhia. Os agentes de campo já haviam mapeado todas as conexões na rede de abastecimento antes de preparar o flagrante. O trabalho de inteligência facilitou a ação dos agentes no fechamento de ramais irregulares.

“Esse tipo de ação é prova de que a CASAN está comprometida em reduzir suas perdas de água com rigor na fiscalização”, explica o presidente da Companhia, Edson Moritz. Segundo o SNIS 2022, a perda de água em Criciúma representa 30% do total disponível para o município. “Já fizemos nas semanas anteriores fiscalizações em Balneário Piçarras com bons resultados. Estamos dando sequência a este trabalho de combate ao desvio de água agora em Criciúma novamente em parceria com as forças de segurança.”

Os moradores dos endereços que tiveram a ligação irregular cortada também foram notificados para buscar a regularização do serviço. A CASAN também entregou um panfleto orientando os usuários sobre como esse procedimento pode ser feito e também sobre a vantagens da Tarifa Social, em que o morador tem desconto de 80% em relação à fatura convencional.

Assessoria de Comunicação Social CASAN

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<