15 maio 2022 - 9:35

Câmara de Vereadores de Braço do Norte realiza campanha conjunta com OAB contra a violência doméstica

A Violência Doméstica não tem classe social, cor ou crença, ela pode estar presente em todas as famílias, inclusive naquelas que menos imaginamos.
Ela inicia com um falar mais alto, evoluindo para ofensas, descrenças, humilhações; que passam depois para agressões mais graves.
A violência pode ocorrer de diversas formas: Violência física; Violência psicológica; Violência financeira; Violência sexual; Violência moral.
Se você sofre, já sofreu ou conhece alguém que sofra, qualquer uma das formas de violência doméstica, saiba que o melhor caminho é a DENÚNCIA.
E como denunciamos? Podemos ir à uma delegacia, realizar o boletim de ocorrência e pedir MEDIDA PROTETIVA OU MEDIDA DE AFASTAMENTO.
Ou ainda, realizar uma denúncia de forma anônima ligando para o número 180.
A maioria dos casos de violência doméstica no país não possuem testemunhas, pois ocorrem dentro do lar, por isso, a palavra da vítima é tão importante.
Mas, para que as mulheres sejam ouvidas, para que as mulheres tenham voz, é preciso CORAGEM.
Coragem para denunciar, coragem para sair deste relacionamento, coragem para recomeçar uma nova vida.
A denúncia é a única forma de combater a violência.
DENUNCIE 180.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-