1 outubro 2020 - 4:15

Bispo e prefeito revivem ato inaugural da ponte pênsil, 56 anos depois, na nova passarela

No dia 2 de agosto de 1964, era inaugurada em Tubarão a primeira ponte pênsil para pedestres da cidade. A conhecida “ponte de arame” foi construída durante o primeiro mandato do Prefeito Dilney Chaves Cabral (1961 a 1965). A inauguração, que levou muita gente às margens do rio Tubarão, aconteceu no primeiro domingo de agosto daquele ano e contou com a presença do prefeito Dilney e do bispo Dom Anselmo Pietrulla, que foi o primeiro Bispo da Diocese de Tubarão, além de outras autoridades.

Na tarde deste domingo (2), exatamente 56 anos depois daquela importante inauguração, o prefeito Joares Ponticelli convidou o atual bispo diocesano, Dom João Francisco Salm, para refazer a travessia sobre o rio Tubarão, bem próximo do local de 1964, agora na passarela “Ângelo Zaboti”. Numa tarde de sol, com muitos tubaronenses caminhando na nova passarela, o bispo fez uma benção no centro da travessia, orando com um grupo de pessoas que visitavam o local e pedindo saúde e paz aos tubaronenses que utilizarão a nova obra.

O prefeito Joares Ponticelli agradeceu a disposição de Dom João, que atendeu seu pedido para um registro especial, numa data histórica.

“Estou muito feliz de poder viver esse momento como prefeito da minha cidade. Assim como os saudosos Dilney Chaves Cabral e Dom Anselmo Pietrulla fizeram há 56 anos, hoje, mesmo não sendo um ato oficial, pude estar ao lado do nosso bispo, fazendo uma oração tão necessária nesses tempos difíceis, sobre a passarela que acaba de ser entregue à comunidade”, disse Joares.

O bispo diocesano se disse feliz em poder abençoar o novo empreendimento.

“Pontes sempre têm um significado especial, lembram ligação, união, passagem, que são conceitos bastante necessários nos tempos atuais. Hoje, numa data que é especial, almejo que os tubaronenses que por aqui passarem tenham saúde e que sejam abençoados”, declarou dom João.

A nova obra, que leva o nome do ex-prefeito Ângelo Zaboti, foi aberta ao público dia 31 de julho e já é bastante utilizada pela população, tornando-se uma importante ferramenta de mobilidade urbana. A passarela faz ligação entre as avenidas José Acácio Moreira e Marechal Deodoro.

A passarela de concreto armado, apoiada sobre 4 colunas erguidas no leito do rio Tubarão, com 160 metros de extensão, quatro metros de largura, com faixas distintas para pedestres, cadeirantes e ciclistas, ficou pronta em 16 meses. Conta com guarda-corpos modernos em aço e uma praça de contemplação no centro da travessia. A obra custou R$ 3.659.894,63 e foi paga com recursos próprios do município.
ASCOM – Tubarão

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-