19 maio 2024 - 9:19
- Anúncio -

Autorizada concessão do Parque Estadual Serra Furada por R$123 milhões

Turismo na região beneficiará Orleans, uma vez que a concessão econômica de 30 anos prevê uma série de melhorias estruturais no parque.

O governo de Santa Catarina publicou um decreto autorizando a concessão por 30 anos do Parque Estadual da Serra Furada. A reserva possui área de 1.330 hectares e abrange os territórios municipais de Orleans e Grão-Pará, estendendo-se pela região serrana e sul do Estado. Essa autorização prevê a promoção turística da região e, na prática, permite que o Instituto do Meio Ambiente (IMA) siga com o processo para que uma empresa atue com atividades de ecoturismo e visitação. A concessão da área está avaliada em R$ 123 milhões.

Para o Prefeito de Orleans Jorge Luiz Koch, com a medida, Orleans só tem a ganhar uma vez que aumentará a visitação e o turismo ecológico da região. “Nosso Estado é privilegiado por suas belas paisagens e encantos naturais e acredito piamente que abriremos novos horizontes para o turismo ecológico, promovendo investimentos, preservação ambiental e a oferta de novos atrativos para visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo”, diz Koch.

A proposta de concessão, com compromissos claros em sustentabilidade e benefícios sociais, tornará o Parque da Serra Furada ainda mais belo, seguro e acessível. O Estado será representado nos atos de concessão pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA).

O próximo passo para avançar na concessão é a publicação do edital com prazos e datas sobre a ação. O IMA defende que o processo terá foco principal na preservação ambiental, no turismo sustentável e na geração de renda e desenvolvimento regional. Pelo decreto a concessão de uso tem como objeto a exploração econômica de atividades de ecoturismo e visitação, bem como a execução dos serviços de gestão e operação dos atrativos existentes e a serem implantados.

Está estabelecido que o novo concessionário deve implantar a instalação de centro de visitantes, restaurante, realizar adequações nas trilhas existentes, mirantes, orquidário, implementar atividades de arvorismo, tirolesa e observatório astronômico.

Como contrapartida para a vencedora do processo terá que fazer investimentos obrigatórios em benefício do local e da comunidade no entorno.

Conheça os destaques do parque

Ponto mais alto do parque é chamado de Morro da Forquilha, com aproximadamente 1.508 metros de altitude;

A Serra Furada, geoforma que dá nome ao parque, tem aproximadamente 45 metros de altura e 8 metros de largura;

Outros locais conhecidos no parque são: Morro do Facão, Garrafão, Gritador, Serra do Minador, Morro do Bugrinho.

Fauna e flora

No parque, segundo o IMA, animais e espécies de plantas ameaçados de extinção encontram abrigo. Veja a lista:

Jaguatirica (Leopardus pardalis)

Gato-do-mato-pequeno (Leopardus guttulus)

Gato-maracajá (Leopardus wiedii)

Gato-mourisco (Herpailurus yagouaroundi)

Surucuá-de-barriga-amarela (Trogon viridis)

Macuco (Tinamus solitarius)

Jacupemba (Penelope superciliaris)

Gavião-pega-macaco (Spizaetus tyrannus)

Papo-branco (Biatas nigropectus).

Mais informações

Até o momento foram identificadas 27 espécies de anfíbios no parque, das quais três espécies estão ameaçadas de extinção, sendo elas a rã-de-vidro (Vitreorana uranoscopa), rã-de-riacho (Hypsiboas marginatus) e Perereca-verde (Aplastodiscus ehrhardti).

Fonte: Debora Legnani – Assessoria de Imprensa | PMO

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-