26 maio 2024 - 2:04
- Anúncio -

Associados da Cegero aprovam por unanimidade prestação de contas do exercício de 2022

Os associados que participaram da Assembleia Geral Ordinária, realizada na noite do dia 24 de março, no Auditório Danilo Niehues, em condições de votar, aprovaram por unanimidade as contas da Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero) de 2022 e investimentos para 2023. Na mesma noite, também foram aprovadas as contas da Cooperativa de Geração e Desenvolvimento de São Ludgero (Cegero GD) e Associação Social e Recreativa Cegero (Associação Cegero).

A Cegero fechou o ano de 2022 com 95,65% de adequação aos princípios da excelência em gestão, da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), organizado pelo SESCOOP. Continuou praticando uma das tarifas mais baratas do Brasil e com relação à qualidade dos serviços prestados e satisfação dos consumidores, em pesquisa realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Cegero concluiu o ano na posição de 4ª melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil, entre 104 empresas avaliadas.

Do ponto de vista técnico, a Cegero fechou o ano com 6.862 consumidores, 6.473 atendimentos realizados, 6.968 serviços finalizados e 161 obras de ampliação, manutenção e melhorias concluídas no ano, totalizando um investimento de R$ 2.747.258,11.

Foram distribuídos 182,8 GWh (Gigawatt-hora) de energia, representando um crescimento de 1,24% em relação a 2021, com uma perda de 4,41%, e as indústrias sendo a responsáveis por 78,70% do consumo.

Encerrou o ano com uma extensão de 589 quilômetros de redes de distribuição, com 766 transformadores instalados no sistema, somando uma potência instalada de 95,5 MVA e demanda máxima registrada de 34,8 MW (Megawatt).

Com relação à qualidade do fornecimento, o tempo médio sem energia no ano foi de 9,37 horas, com uma quantidade média de 5,81 interrupções de energia, representando uma disponibilidade média de energia elétrica de 99,89% no ano.

Os processos de melhoria contínua, bem como os treinamentos e desenvolvimentos de colaboradores, seguiram com base no planejamento estratégico e na certificação internacional ISO9001 e ISO14001, de forma a aumentar ainda mais o nível de excelência na gestão. Além disso, foi realizada a renovação da frota de veículos com a aquisição de um veículo Strada e um Caminhão Mercedes-Benz ATEGO 1726, num investimento total de R$1.015.945,63. Investimento em Tecnologia da Informação durante o ano somou R$ 72.533,21 e investimentos em equipamentos, ferramentas, móveis e utensílios um total de R$ 87.489,63.

Por meio do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates), foram destinados mais de R$ 470.254,40 às seguintes entidades: Rede Feminina de Combate ao Câncer, Escola da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Hospital Santa Teresinha, Unidade Básica Central de Saúde Noemy Sombrio Pereira, Pastoral Social, além dos projetos vinculados ao Cooperativismo.

Além da aprovação das contas e dos investimentos, Henrique Buss, Rodrigo Philippi, Henry Roetger Silva foram eleitos, também por unanimidade, conselheiros fiscais efetivos e Renato Stang, Fabrício Becker e Norberto Schlickmann conselheiros fiscais suplentes.

Os associados aptos a votar decidiram ainda, por unanimidade, a destinação da sobra líquida do período valor de R$ 639.297,35, que por sugestão proposta pelo Conselho de Administração, foi destinado R$ 213.099,12 para o Fates (equivalente a 5% do total das sobras, que somada à destinação estatutária representa 10% das sobras para o Fates) e R$ 426.198,23 para o Fundo de Reserva para Expansão e Melhorias (equivalente a 10% do total das sobras).

Já em relação ao pró-labore do presidente ficou aprovado por unanimidade para 2023/2024 o valor de R$ 18.570,98 (bruto), aplicando a correção da inflação (IPCA de 5,79%) e permanecendo o valor de R$ 1.100,00 (bruto) a cédula de presença para os demais membros do Conselho Administrativo e Conselho Fiscal. Também deliberaram e aprovação os investimentos para 2023, entre eles, se necessário for, a venda de imóveis ou a colocação como garantia no caso de oficialização de financiamento bancário para construção de uma linha de transmissão/distribuição em parceria com a Cerbranorte, com aproximadamente 30 quilômetros de extensão, em 138 kV, ampliando significativa a oferta de energia, bem como uma diminuição no valor pago pela energia elétrica.

O presidente Francisco Niehues Neto, o Chico, agradeceu a presença dos associados, empenho e dedicação dos funcionários, membros do Conselho de Administração e Conselho Fiscal, e reforçou o compromisso com a transparência. “As portas da Cegero sempre estão abertas aos associados para sanar qualquer tipo de dúvida”, resumiu.

As Assembleias Gerais Ordinárias da Cooperativa de Geração e Desenvolvimento de São Ludgero (Cegero GD) e Associação Social e Recreativa Cegero (Associação Cegero) também aconteceram na noite do dia 24 de março. Detalhadamente foram repassadas as informações aos associados, os quais aprovaram por unanimidade.

Fonte: Ascom/Cegero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-