20 junho 2024 - 1:19
- Anúncio -

Artigo da Semana: Policiais. “Saidinha”.

Assuntos do momento são segurança pública e dengue. Mas vamos falar de segurança então!

Não basta tecnologia, viaturas equipadas, armamento da melhor qualidade, câmeras, treinamento, é preciso que o policial trabalhe satisfeito e sabendo que sua família também está segura no lugar que ficou.

É fundamental que o policial seja bem remunerado, podendo assim dar um mínimo de conforto a sua família, pois do contrário o serviço sempre será prejudicado. É meritório que em alguns municípios exista Lei que promove auxílio moradia a essa classe, mas cabe aos Estados deliberar as melhorias salariais, pois do contrário o suborno será sempre uma tentação, e o policial terá de ser forte para resistir as investidas de organizações que tentam sempre desestabilizar o poder público.

Presídio não é local de lazer. Quem vai para lá infelizmente é porque não soube conduzir seu livre arbítrio. É verdade que nestes locais deve haver respeito para com o preso para que cumpra dignamente a pena, já que preso também é filho de Deus e sabemos que o Pai não abandona ninguém.

Presídio também não é uma casa da qual possa se escapar, pois do contrário não está sendo cumprido o objetivo de clausura. Se alguém escapa de presídio tem apenas duas hipóteses: houve falha na construção idealizada ou houve facilitação por parte de algum policial que não conseguiu resistir a oferta de suborno.

Fala-se também em “saidinha”, o que possibilita que uma percentagem muito pequena não retorne ao presídio. É parcela pequena realmente, mas que acaba cometendo delitos por ocasião da “saidinha”. Diante disso a “saidinha” é prejudicial, pois é algo que não põe em risco quem está seguindo a Lei.

Agora mesmo, quanto estamos gastando em razão da fuga de Mossoró! Verba esta que poderia ter sido aplicada na melhoria salarial de policiais que são os defensores da Lei e que tem salários incompatíveis com a função!

No Plano Espiritual, para quem não sabe, também existem desencarnados presos, o que comentarei em outra oportunidade, mas das prisões de lá ninguém escapa, pois são isoladas magneticamente e não existe suborno. Paz a todos.

Por Nilton Moreira

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<