12 junho 2024 - 8:36
- Anúncio -

Artigo da Semana: Libertar folhagens

Tudo na vida foi criado para evolução. Pode até ficar um tempo estacionado, mas passados períodos, evoluí. Somos Seres que possuímos a razão, enquanto que o mais perto de nós é o reino animal o qual possui o instinto com uma rudimentar inteligência, muito embora tenhamos irmãos racionais neste Planeta que cometem atrocidades que nenhum animal seria capaz.

Essa evolução acontece paulatinamente, com revisão de alguns conceitos, e atualmente diante da recente proliferação da dengue, que tem como um dos criadouros bandejinhas dos vasos que acabam acumulando água, somos impelidos a soluções.

Até pouco tempo criávamos em casa os mais variados animais, que por estarem em extinção foram proibidos de serem tirados da natureza. Acreditamos que já é tempo de repensarmos nosso comportamento e deixarmos de manter para recreação a nossos olhos, folhagens, plantas que são cultivadas em vasos no interior de nossas moradias e escritórios, devolvendo-as a natureza. Isso evitará de que pessoas negligentes criem mosquitos dentro de suas casas.

As plantas não foram feitas para viverem em ambiente doméstico, assim como peixes não existem para nos servirem de relax em aquários em nossas salas. Já chega terem-se borboletas espetadas em alfinetes como coleção, e animais empalhados nas paredes como ostentação de troféus. Isso tudo foi invenção de quem no passado usou do livre arbítrio equivocadamente.

Há meio século a briga iniciou-se pela preservação das baleias, o que deu certo. Quem sabe agora nos conscientizemos e levantemos a bandeira para libertar folhagens! Respeitemos e utilizemos o reino vegetal apenas para a alimentação, poções curativas, extração medicinal ou comercial quando estritamente necessário à nossa sobrevivência. Até flores comestíveis inventamos, embora muitas delas sempre foram utilizadas como adorno e em demonstração de amor em bonitos buquês.

O desmatamento já vimos que não deu certo e sofremos hoje consequências desastrosas. Deixemos as plantas ao ar livre sem importuná-las que a natureza se encarregará de cuidá-las livres de criadouros de mosquitos que matam.

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<