25 janeiro 2021 - 2:36

Após ataque mais de 200 quilos de explosivos estão desativados

Os bandidos da organização criminosa que assaltou a agência do Banco do Brasil no Centro de Criciúma na noite dessa segunda-feira  deixaram para trás uma carga de mais de 200 quilos de explosivos.

Os artefatos estavam armados e precisaram ser desativados pelo Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar de Santa Catarina.

O artefato foi instalado em um veículo Fiat Mobi, que estava estacionado ao lado do banco.

O tenente-coronel José Ivan Schelavi, comandante do BOPE  relatou que o explosivo encontrado e do  tipo metalon, com cordeis detonantes, espoletas e estopins e que são bem mais poderosos que bananas de dinamite. Ele poderia facilmente ser detonado se não houvesse o manuseio correto. Inclusive havia um celular acoplado nas dinamites que conseguiria acionar a carga com uma ligação”. De acordo com o comandante, a quantidade de dinamites seria o suficiente para destruir o prédio da agência.

Foram mobilizadas cinco equipes de Florianópolis para retirar os explosivos, totalizando aproximadamente 20 policiais.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-