quarta-feira, 12 agosto 2020 - 3:45

Alunos de Orleans, Siderópolis e Timbé do Sul que participam do Projeto Sanitarista Junior encerram ano letivo

 

Nos dias 4, 5 e 6 de dezembro, encerrou-se mais um ano letivo do Sanitarista Junior no Departamento Regional de Criciúma. Ao todo, foram 3 escolas participantes: Leopoldo Hannoff, Miguel Lazzarin e Frei Modesto. E todas as escolas optaram pela continuidade do projeto em 2020.

Escola Eeb Leopoldo Hannoff de Orleans

Cidasc – DR Orleans

O encerramento na escola Leopoldo Hannoffe aconteceu no dia 4 de dezembro, na comunidade de Barracão, município de Orleans. Esta escola contava com aproximadamente 45 alunos do 5º e 6º anos. Foi premiado a melhor redação com um tablet, premiação doada pela Secretaria da Agricultura do município. O evento contou com a presença do Senhor. Luiz Cristóvão Crocetta, Secretário de Agricultura; Cristina S. Galvane, médica veterinária e Coordenadora do Serviço de Inspeção Municipal – SIM; Renata Gaspar, médica veterinária do Icasa, e a responsável pelo Projeto Sanitarista Junior no município a médica veterinária da Prefeitura, Cristina. No final da solenidade, todos os convidados foram agraciados com um coquetel.

Escola Eeb municipal Miguel Lazzarin de Siderópolis

Cidasc – DR Siderópolis

No dia 5, quinta-feira, foi a vez da escola municipal de Siderópolis, Miguel Lazzarin, com 26 formandos da turma do 5º ano. O evento contou com a presença do prefeito Hélio Roberto Cesa, do vice-prefeito Alexandre Feltrin Fernandes, da secretária de educação Rosangela Rossa de Souza, presidentes da Associação de Pais e Professores – APP da escola, presidente do grêmio estudantil e de vereadores. A diretora Dalvani Baesso coordenou o evento, seguindo o ritual protocolar de formaturas. Nos discursos todas as autoridades presentes enalteceram a importância do projeto para a escola e para o município. Após desfazer a mesa de autoridades todos ajudaram na entrega dos certificados para as crianças formandas. A diretora Dalvani elogiou a iniciativa da Cidasc e enalteceu o trabalho dos profissionais que atuaram no projeto na escola, ainda homenageou com presentes os profissionais da Cidasc, João Natalino Martins, técnico em agropecuária e coordenador do Sanitarista Junior, no Departamento Regional da Cidasc de Criciúma, e a médica veterinária Giovanna Hermann.

Após a cerimônia, foi servido um delicioso coquetel para todos os presentes. Os alimentos servidos foram preparados pelos pais dos alunos: com guloseimas, bolos doces, tortas doces e salgadas, bebidas, sucos e café, sendo todos alimentos caseiros e produzidos colonialmente, um luxo de café colonial.

Escola Frei Modesto de Timbé do Sul

Cidasc – DR Timbe do Sul

Na última sexta-feira, dia 6, a escola Frei Modesto de Timbé do Sul, realizou um cerimonial de formatura para os alunos do Projeto Sanitarista Junior do 4º ano da escola, sendo 2 turmas matutinos e 1 turma vespertino. A solenidade contou com a presença da diretora da escola Fabiana Panatta Alexandre, dos professores da escola e da vice prefeita municipal Maria de Fátima Lodetti Alexandre. Em seu discurso, a diretora Fabiana Panatta Alexandre, enalteceu muito a forma com que os técnicos da Cidasc conduziram os trabalhos no ano letivo de 2019, tecendo bons comentários a cerca do aprendizado das crianças participantes do projeto na escola.

A escola realizou o “Concurso Cultural Sanitarista Junior”. O concurso é uma iniciativa desenvolvida pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, com o objetivo de premiar os alunos que obtiverem o melhor rendimento dentro do Projeto Sanitarista Junior desenvolvido pela Companhia junto às escolas parceiras, fazendo o reconhecimento de talentos e prestigiando a participação das crianças nesse processo.

O concurso, que foi patrocinado pela Prefeitura Municipal, e premiou os 3 melhores alunos que realizaram os melhores desenhos. O critério de escolha foi os 3 maiores números de pontos sequencialmente, o que levou o maior número de pontos foi escolhido como primeiro lugar, e assim sucessivamente até o terceiro.

Por ocasião dos três eventos, o coordenador regional do Sanitarista Junior, João Natalino Martins, falou sobre a importância das ações da Cidasc para a defesa sanitária e agropecuária no Estado. “Aberturas dos mercados para exportação de produtos do agronegócio, frutos do trabalho de todos os profissionais da Cidasc, e da grande importância da comunidade ver os atos da Companhia como parceiros do agricultor, pois desta forma, tornando a agricultura sustentável a todos os familiares e entes envolvidos em todas as etapas da cadeia produtiva.” ressaltou o coordenador.
Através de exigências sanitárias cada vez mais restritivas. João Martins falou que Santa Catarina é um estado que a mais de 30 anos faz o seu “dever de casa” em relação a sanidade agropecuária, por isso todos os mercados estão abertos para os produtos catarinenses. “Os fatores que levaram as exigências de sanidade imposta aos produtores, são justamente aqueles impostos pelos importadores, eles ditam as regras e se queremos vender a eles, temos que obedecer.” Disse o João.

Mas que isto garante os bons frutos ao homem do campo, sendo compensado com melhores rendimentos em suas propriedades, o que garante a permanência em suas atividades.
Justificou desta forma a importância dos processos de educação sanitária nas escolas, pois os estudantes são a ligação e transmissão de conhecimentos para a sociedade como um todo, se tornando divulgadores de todos os conhecimentos como estes citados acima, e de muitos outros conhecimentos técnicos que são passados durante o período letivo.

Projeto Sanitarista Junior

O projeto educativo, focado na defesa agropecuária, sanidade ambiental e humana, foi elaborado a partir da construção do Programa Estadual de Educação Sanitária em Defesa Agropecuária, documento este produzido pelo Comitê de Educação Sanitária, composto por engenheiros agrônomos e médicos veterinários da Cidasc, e foi desenvolvido para ser executado junto às escolas por livre demanda.

As aulas, que envolvem saídas de campo, vídeos ilustrativos e contato direto com profissionais da área, são estruturadas com o uso de material didático próprio, abordando temas como bem-estar animal, doenças e pragas, formas de prevenção e ações voltadas à preservação do meio ambiente, otimização de recursos naturais, uso consciente de agrotóxicos, entre outros.

Integrando o conhecimento sistematizado e a realidade dos atores sociais envolvidos, o Projeto Sanitarista Junior torna-se instrumento que leva a um processo de sensibilização e consciência ambiental, permitindo às crianças desenvolverem valores e competências fundamentais para o pleno exercício da cidadania.

As crianças, por meio das vivências do projeto, tornam-se multiplicadoras das ações de defesa e passam a contar com a Cidasc como parceira nas melhorias da produção e qualidade de vida no campo. As ações de defesa agropecuária, desenvolvidas e executadas pela Cidasc, visam garantir a manutenção da sanidade das populações vegetais e animais, a idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados na agropecuária catarinense, bem como garantir a identidade higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos agropecuários destinados aos consumidores.

O Projeto Sanitarista Junior busca, por meio da educação, promover a mudança de atitudes e comportamentos da comunidade frente aos problemas sanitários. Cultiva nas crianças o amor pela natureza e o desejo de conhecer melhor o trabalho no meio rural. Permite que compreendam a responsabilidade, delas e da sociedade em geral, na saúde animal, vegetal, ambiental e na produção de alimentos seguros, incentivando que façam sua parte e cooperem com a saúde pública e o desenvolvimento sustentável.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Cidasc

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-