12 julho 2024 - 6:53
- Anúncio -

Alunas de Orleans ganham notoriedade durante cerimônia de abertura do Projeto Nacional “Qualifica Mulher”

Na última sexta-feira (11/02), aconteceu a cerimônia de lançamento do projeto Nacional Qualifica Mulher, ocorrida no auditório da Arena Multiuso de Tubarão. A solenidade contou com a presença de autoridades regionais; prefeitos e prefeita; representantes do Ministério da Mulher; da Família; e dos Direitos Humanos de Brasília; além do Diretor-geral do campus Tubarão, Henri Carlo Belan; do campus de Criciúma, Daniel Comin e do Reitor do IFSC, Gariba Júnior.

O projeto “Autonomia social e econômica: gerando renda e valorizando o trabalho feminino”, que engloba o Qualifica Mulher, é fruto de uma parceria entre os campus Tubarão e Criciúma do IFSC, com recursos oriundos da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM). Até o fim do projeto, serão ofertadas 490 vagas para mulheres em situação de vulnerabilidade social na região sul, por meio de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) distribuídas em cursos de Geração de Renda, Tecnologia e Valorização do Trabalho Feminino, Empreendedorismo Feminino; Comunicação e Atendimento ao Cliente, Inovação e Criatividade, Inclusão Digital, Instalações e Serviços de Eletricidade, Cidadania, Alfabetização e Letramento.

“Convém lembrar que o município de Orleans aderiu o projeto e realizou entre os meses de novembro e dezembro de 2021, o curso de Comunicação e Atendimento ao Cliente, qualificando 29 mulheres. O projeto por sua vez, causou um grande impacto na vida das alunas em que muitas delas estão retomando os estudos, outras conquistando a carteira de habilitação e mais outras se inserindo no mercado de trabalho”, descreve o extensionista do projeto e membro do RH da Prefeitura de Orleans, Edivaldo Lubavem.

A aluna Dinalva Felisbino, foi uma das alunas do curso de Comunicação e Atendimento ao Cliente. Para a aposentada, não foi apenas um curso: foi a primeira vez que recebeu um certificado. E a oportunidade foi possível através de um esforço conjunto que envolveu IFSC, governo federal e onze municípios do sul catarinense.

Para Teresinha Matuxaki Alberton, residente na comunidade de Chapadão o curso impulsionou seu desejo de conquistar a carteira de habilitação. Ela está matriculada e segue investimento em sua formação pessoal.

spot_img
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-
<