19 maio 2024 - 8:11

Agricultor de Orleans investe na criação de abelhas nativas

Além do trabalho com produção de fumo, milho e criação de bovinos, o agricultor vem se dedicando a meliponicultura.

O agricultor Cristiano Salvalagio Recardo mora com sua família na comunidade de Boa Vista, interior do município de Orleans, Sul do Estado de Santa Catarina. Além do trabalho com produção de fumo, milho e criação de bovinos, o agricultor vem se dedicando a meliponicultura.

A meliponicultura é a criação racional das abelhas sem ferrão (meliponídeos), também conhecidas como abelhas nativas ou indígenas, e são agrupadas em espaços chamados de meliponários. Essas abelhas, além da produção de diversos tipos de mel, são responsáveis pela polinização de cerca de 80% das espécies da Mata Atlântica, o que contribui para a conservação da biodiversidade. Também polinizam uma série de espécies de cultivos agrícolas contribuindo para aumento da produção e da qualidade desses produtos.

Detalhe da caixa racional para criação de abelhas sem ferrão. Foto: Divulgação / Fabiano Alberton.

A criação dessas abelhas iniciou com o pai e Cristiano deu continuidade à criação adotando técnicas de criação racional desde 2015, possuído hoje na propriedade cerca de 70 colmeias das espécies Mandaçaia, Manduri, Mirim Guaçu, Mirim Droriana, Mirin Emerina, Jataí, Tubuna, Bugia e Boca de Renda.

A meliponicultura apoia-se nos três pilares da sustentabilidade: ecologicamente correta, pois tem impacto positivo ao meio ambiente; economicamente viável através da comercialização de produtos e serviços de alta qualidade (enxames, própolis, meliprodutos, polinização, etc.) e socialmente justa, pois incentiva a permanência das famílias no meio rural.

Detalhe do interior de uma colmeia da espécie Bugia. Foto: Divulgação / Fabiano Alberton

Atualmente do criador se dedica a multiplicação dos enxames para comercialização. A venda de enxames acontece para outros criadores, pessoas interessadas em ter esses animais como “pet”, uma vez que são abelhas sem ferrão e prestam-se muito a criação em jardins, para embelezamento de propriedades, como atração para turistas em empreendimentos de turismo rural e agro turismo.

A Epagri mantem um Projeto de Apicultura e Meliponicultura em todas as regiões do Estado de Santa Catarina, onde são desenvolvidas atividades de pesquisa e extensão rural, voltadas ao desenvolvimento tecnológico e de apoio e orientação aos produtores.

Colaboração: Fabiano Alberton – Engenheiro Agrônomo da Epagri de Orleans.

 

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)
-Anúncio-Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
-Anúncio-