26 setembro 2020 - 5:31

Vinte e quatro atletas de Criciúma (SC) estão entre os mais de 300 que disputarão torneios de tênis em Blumenau

Nos próximos dias mais de 300 atletas de todo o país, sendo 24 deles de Criciúma (SC), estarão em Blumenau (SC) para duas competições. A Copa Encerramento Neumarkt de Tênis, que fecha o calendário anual do esporte da Federação Catarinense de Tênis (FCT), e a Copa Ivory, que finaliza os torneios da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), acontecem de 28 de novembro a 1º de dezembro.

Na Copa Ivory, com jogos no Tabajara Tênis Club e R$ 40 mil em premiações, dois nomes chamam a atenção: Igor Marcondes e João Sorgi. O primeiro foi o campeão do torneio em 2018 e volta para defender o título. Já Sorgi, foi quem levou o Brasil para a Copa Davis ano passado. “Esperamos grandes disputas neste que é um dos nossos principais eventos. Quem gosta de tênis ou aprecia esportes não pode deixar de prestigiar”, destaca o vice-presidente da FCT, Germano Adolfo Buss. Estão confirmados tenistas do Paraná, São Paulo, Pará e Rio Grande do Sul.

Outra disputa, que atrai tenistas de clubes de Norte a Sul de Santa Catarina, é a Copa Encerramento Neumarkt de Tênis. Na ocasião, além da competição, haverá a premiação dos destaques do ano e os atletas poderão confraternizar. “Mais do que conquistar um bom lugar no ranking, este é um momento de descontração e união. É quando percebemos que o tênis está crescendo cada vez mais e atraindo pessoas de todas as idades e regiões”, complementa. Além do Tabajara, recebem os jogos deste torneio o Guarani Esporte Clube.

Interessados em assistir terão acesso gratuito às quadras. Mais detalhes podem ser conferidos pelas redes sociais /fctenis.

Sobre a FCT
Responsável pela realização de eventos que disseminam informações sobre o esporte e incentivam a prática da modalidade no estado, a Federação Catarinense de Tênis (FCT) completa 65 anos em 2019. Só no primeiro semestre deste ano, foram realizados pela entidade dez eventos em diferentes municípios catarinenses, além de apoio a outras dezenas de programações que os clubes desenvolvem junto à FCT.

Por: Kako Waldrich

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-