27 setembro 2020 - 9:30

VÍDEO: guardas municipais agridem homem em Tubarão

Três vídeos que começaram a circular nessa quinta-feira pelas redes sociais chamaram a atenção pela violência aplicada durante uma ocorrência atendida pela Guarda Municipal de Tubarão.

A abordagem ocorreu na segunda-feira, após desentendimento em uma vaga de carga e descarga, no Centro da cidade – ocorrência que o DS trouxe como destaque nessa terça. Nos vídeos, registrados por volta das 12h20, é possível ver um carro entrando na garagem de um prédio e, logo depois, o motorista é abordado por dois guardas. O homem é retirado de dentro do veículo e, em uma das imagens, é possível ver que ele tenta bater no braço de um dos agentes, que está armado.

O motorista tenta se esquivar dos guardas, depois vai em direção a uma porta que dá acesso ao prédio, e então é imobilizado. Outros três guardas surgem nas imagens. Um deles agride diversas vezes o motorista na perna com um cassetete. Outro, também armado, chuta o homem uma vez. Ao final de um dos vídeos, uma outra pessoa surge na rampa da garagem e é possível ver seis guardas municipais.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito foi abordado dentro do próprio carro, estacionado em local de carga e descarga, algumas horas antes de os vídeos serem registrados. Ao ser abordado pelos guardas em local proibido, o motorista começou a desacatar a guarnição e fazer ameaças.

Ainda de acordo com o boletim, ao fugir do local da abordagem, o motorista quase teria atropelado dois guardas. Durante a fuga, o suspeito teria entrado na contramão, colocando a vida de pedestres e outros condutores em risco. O vídeo da ocorrência pode ser assistido nas redes do DS.

SINDICÂNCIA VAI APURAR CASO

A redação do DS entrou em contato com o secretário de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento de Tubarão, Marcone Joaquim de Oliveira, que também responde pela Guarda Municipal da cidade. Segundo Marcone, ele soube dos vídeos nessa quinta-feira por meio das redes sociais e imediatamente abriu uma sindicância para apurar os fatos. Ele disse ainda que, se houver culpados, eles serão punidos. Questionado sobre o homem estar imobilizado e mesmo assim ter sigo agredido pelos guardas, Marcone disse que é preciso analisar os fatos e o perigo que o motorista estava oferecendo aos guardas. A prefeitura de Tubarão deve se manifestar sobre o caso nesta sexta-feira.

Fonte e Vídeo: Diário do Sul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-