1 outubro 2020 - 12:34

UniAvan suspende aulas por conta do Coronavírus

O Centro Universitário Avantis – UniAvan suspendeu nesta segunda-feira, dia 16, por seis dias, as aulas presenciais da graduação e ensino médio em todas as unidades e polos da instituição. A decisão foi tomada após reunião com o Conselho Superior Universitário – Consun e com o recém-criado Comitê de Crise para monitorar o problema, levando em conta a declaração de pandemia do coronavírus pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e também orientações do Ministério da Saúde. A ação busca prevenir e proteger alunos, colaboradores, professores e comunidade em geral do contágio da COVID-19.

A instituição antecipou seis dias de férias dos alunos dos cursos presenciais, que deverão ser compensados no mês de julho. Já os cursos na modalidade EAD continuam com suas atividades, exclusivamente, por meio da plataforma online de ensino-aprendizagem. Diariamente o Comitê de Emergência avaliará os novos protocolos das autoridades de saúde para definir como ficarão as atividades acadêmicas a partir de 23 de março.

As aulas práticas e estágios ficam suspensos e deverão ser repostos ao final do período de crise. Além disso, foram interrompidos, por período indeterminado, os atendimentos oferecidos à comunidade nas clínicas e núcleos, incluindo atendimento odontológico, acompanhamento psicológico, orientação jurídica, tratamentos de fisioterapia e outros.

Segundo a reitora da UniAvan, Dra. Isabel Regina Depiné Poffo, este é um momento para ações responsáveis, buscando proteger as pessoas e evitar a disseminação do vírus. “O nível de contaminação tende a aumentar nos próximos dias. Desde a confirmação dos casos no país e no nosso estado, estamos em contato diariamente com autoridades de saúde. Entendemos que é o momento de evitar o aglomero de pessoas para protegermos ao máximo toda a comunidade acadêmica e visitantes. Desejamos inspirar atitudes responsáveis de todas as pessoas e instituições neste momento tão delicado”, destacou a reitora.

A partir desta terça-feira, 17, o centro universitário também irá permitir o trabalho home office para professores e funcionários que pertencem a grupos de risco, dentre eles idosos com mais de 60 anos, cardiopatas, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos e imunossuprimidos em geral. Além disso, estão suspensos todos os eventos na instituição.

Colaboração: Roberta Watzko – Namídia Assessoria de Imprensa

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-