27 outubro 2020 - 2:55

Termo de Parceria, visando recuperar nascentes e matas ciliares, foi assinado entre Samae e Cegero

Com o objetivo de intensificar a realização de ações de interesse ambiental e social na recuperação de nascentes e matas ciliares, primeiramente, nas bacias de captações de água para abastecimento público local, um Termo de Parceria foi firmado entre o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e a Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero). O ato de assinatura, respeitando todos os regramentos ao enfrentamento ao novo Coronavírus, estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde, aconteceu na última quarta-feira, 16 de setembro, às 8 horas, na Sede Administrativa da Cooperativa.

São Ludgero atualmente não capta água do rio Braço do Norte. A água que é distribuída à população é captada em cinco mananciais superficiais, localizados nas comunidades do Bom Retiro, Bom Retiro Baixo e Rio Pinheiros. A estiagem prolongada que persiste em na região agravou consideravelmente a disponibilidade de água nos mananciais, chegando a atingir níveis críticos.

O aumento populacional e suas consequências têm acarretado acréscimos de demanda de água, conduzindo a um risco crescente das disponibilidades naturais não serem suficientes para o suprimento das necessidades, para os diversos usos potenciais, não só aqui, mas também em diversas regiões do mundo. Além disso, grande parte dos usos da água pelo homem a torna imprópria para usos posteriores.

A proposta das entidades parceiras é iniciar um trabalho de recuperação das nascentes e mata ciliar que ao longo destes mananciais, por não estarem devidamente protegidos,  apresentam elevado grau de degradação devido a pastagens, plantio de eucaliptos e outras atividades em  áreas de preservação permanente(APPs).

Na prática o Termo de Parceria entre Samae e Cegero une forças para uma atuação mais eficaz em relação à preservação e recuperação de mananciais, combate a poluição e ações de educação ambiental.

O desenvolvido desta parceria através da cooperação contribuirá em muito na preservação e no aumento da disponibilidade e qualidade hídrica, no fomento do desenvolvimento sustentável, fortalecimento e o conhecimento da comunidade sobre a necessidade de preservação dos recursos para as futuras gerações, inclusive, ampliando a parceria com outras instituições públicas e privadas.

Entre as metas estabelecidas pela Cegero e Samae estão o mapeamento de nascentes, diálogo e convencimento dos proprietários das áreas a serem trabalhadas, cercamento das áreas, recuperação de áreas com árvores nativas, orientações diversas aos proprietários com acompanhamento dos trabalhos, monitoramento dos resultados, e promoção da educação ambiental.

Para a Diretora Geral do Samae, Judite Peters Schurohff, e o presidente da Cegero, Francisco Niehues Neto, o Chico, a ação conjunta trará somente benefícios à comunidade em geral, especialmente às gerações futuras. “Toda ação será desenvolvida a partir de um entendimento com os proprietários”, resumem Judite e Chico. Também participaram do ato o funcionário da Autarquia Municipal, Elton Peters (Operador das Estações de Tratamento de Esgoto e Água – ETE/ETA, com formação em Engenharia Ambiental e Sanitária), e os funcionários da Cegero, Engenheiro Ambiental e Sanitarista, Juliano Gesing Mattos, e Coordenador Administrativo, Flávio Schlickmann.

Comunicação Cegero

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-