segunda-feira, 10 agosto 2020 - 3:47

Tênis: Com recorde de países inscritos, 50ª edição do Banana Bowl,acontece em Criciúma (SC)

A Sociedade Recreativa Mampituba, na cidade catarinense, recebe as partidas das categorias 18 anos e Tennis Kids. Os jogos acontecerão de 10 a 16 de fevereiro e contarão com a maior pontuação da história do torneio. Atletas de 48 países irão participar

A pouco menos de um mês para uma das mais importantes disputas de tênis infantojuvenis do mundo, os preparativos estão a todo vapor. O cinquentenário do Banana Bowl acontecerá em Criciúma (SC), de 10 a 16 de fevereiro. A Sociedade Recreativa Mampituba é quem receberá os atletas de 48 países para o torneio que ganhou um novo patamar este ano. A competição teve a pontuação elevada, sendo equiparada aos quatro Grand Slam juvenis. Disputam pela premiação tenistas das categorias 18 anos e Tennis Kids.

Este é o quarto ano consecutivo que Criciúma (SC) sedia o evento. Para o presidente da Federação Catarinense de Tênis (FCT), Alexandre Farias, é gratificante e desafiador ter na cidade uma competição com tamanha importância, mas garante: “estamos preparados”. Segundo ele, o torneio está entre os nove principais da categoria no mundo. “O evento cresceu e crescemos junto com ele. Estamos há meses organizando este que promete ser o maior Banana Bowl da história”, destaca.

Assim como nas edições anteriores, a movimentação na cidade promete ser grande com a presença dos melhores tenistas do globo. “A expectativa está alta e além da busca pela classificação, que é o objetivo principal dos atletas, queremos que eles saiam daqui surpreendidos positivamente não só com o Brasil, como com nosso estado. Mais do que nunca, os olhos do mundo estarão voltados para Santa Catarina”, complementa.

Confira os países que estarão presentes: África do Sul, Alemanha, Áustria, Austrália, Argentina, Brasil, Bulgária, Bielorrússia, Bélgica, Bolívia, China, Canadá, Colômbia, Chile, Croácia, Equador, Estados Unidos, Estônia, Espanha, Eslováquia, França, Grã-Bretanha, Guatemala, Holanda, Hong Kong, Hungria, Itália, Israel, Índia, Japão, Jamaica, Coreia, Lituânia, México, Polônia, Peru, Porto Rico, Romênia, Rússia, República Tcheca, Sérvia, Suíça, Suécia, Uruguai, Ucrânia, Tailândia, Taiwan e Venezuela.

Para algumas categorias, as inscrições ainda estão sendo realizadas. Na próxima semana, a lista com o número de inscritos será divulgada. A organização do evento é da Federação Catarinense de Tênis (FCT), juntamente com a Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Sobre a FCT
Responsável pela realização de eventos que disseminam informações sobre o esporte e impulsionam a prática no estado, a Federação Catarinense de Tênis (FCT) tem 65 anos de apoio à cultura da modalidade nas cidades catarinenses. Além disso, incentiva tenistas a se desenvolverem e destacarem a nível nacional e internacional. Somente em 2019, a entidade organizou mais de 30 eventos em 15 cidades catarinenses, com a participação de mais de 8 mil atletas.

Nádia Fontes/ Mampituba

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-