20 setembro 2020 - 4:43

Shows, gastronomia, resgate às origens marcam a 9ª Heimatfest

A 9ª Heimatfest encerrou neste domingo, 13, deixando saudades ao público que prestigiou as mais de 60 atrações durante os quatro dias de evento em Forquilhinha. Conhecida como a Festa das Origens, a Heimatfest mesclou shows nacionais e regionais, gastronomia, eventos culturais e esportivos e demais atrações que proporcionaram muita alegria aos participantes.

“Os últimos quatro dias foram quentes em Forquilhinha, e não apenas de temperatura com os termômetros alcançando os 40º C, mas sim de calor humano com o público comparecendo para prestigiar as atrações. Tivemos opções para todos os gostos e idades, e foi muito bonito ver a nossa praça repleta de pessoas curtindo os momentos agradáveis com os seus familiares e amigos. A Heimatfest foi um sucesso”, declarou o prefeito Dimas Kammer.

Os números oficiais do evento serão divulgados durante a semana, mas os organizadores já celebram o sucesso da 9ª edição da Heimatfest. “O calor foi um convite para os visitantes aproveitarem ao máximo os chopes oferecidos pela Saint Bier, que é do nosso município, neste evento. Além das atividades na rua coberta e arena de shows, tivemos uma série de eventos em outros espaços que agregaram bastante, como exposições, seminário, night run e entre outros”, disse o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Felipe Dordete.

Na arena de shows, a dupla Marcos e Belutti e as irmãs Maiara e Maraisa subiram ao palco para cantar os sucessos atuais e aqueles que marcaram época no mundo sertanejo. O público compareceu de todos os cantos da região, inclusive fora do estado. “Chamou atenção a quantidade de pessoas vieram de cidades distantes de Forquilhinha. É um sinal de que a nossa festa ganhou uma vitrine com ampla divulgação que foi além do que imaginávamos”, resume o diretor de eventos, Herlon de Arruda.

O espaço da Rua Coberta foi o palco das apresentações gratuitas. Por lá passaram a banda Nenhum de Nós com os seus clássicos que marcaram gerações. O Padre Ezequiel Dal Pozzo celebrou uma missa e na sequência fez um show com o melhor da música cristã. A Dona Maricotinha arrancou boas risadas durante mais uma hora de apresentação. O Festival de Danças Folclóricas atraiu grupos de diversas regiões do estado para participar do Heimattanz. E diversas bandas e artistas regionais também se apresentaram, incluindo as tradicionais com marchinhas alemãs.

Desfile Cultural

A Avenida 25 de Julho foi tomada por representantes das etnias alemã, italiana, polonesa, japonesa e afrodescendente, neste domingo, 13, para participar do Desfile Histórico-Cultural. O tema apresentado nesta edição foi “Forquilhinha 30 anos. Nossa história, nosso orgulho”.

Durante o desfile, os trajes típicos e os costumes dos colonizadores foram apresentados por cada representante das famílias. As entidades, autoridades, ex-prefeitos e os colaboradores das empresas que contribuem com o desenvolvimento de Forquilhinha também marcaram presença contando um pouco da sua história.

O público compareceu para aplaudir os participantes. “É um orgulho ver como os moradores abraçam este desfile e pegam junto para fazer uma apresentação melhor a cada edição. Meus parabéns a todos que prestigiaram mesmo com o sol intenso e muito calor neste domingo. E minha gratidão especial aos organizadores que não mediram esforços para que pudéssemos assistir este lindo desfile”, conclui o prefeito Dimas Kammer.

FRANCINE FERREIRA – FILIPE CASAGRANDE / Forquilhinha Notícias

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-