quarta-feira, 3 junho 2020 - 7:01

Sexualidade e adolescência: O despertar da Vida

Nos dias atuais, além das preocupações gerais dos pais com a questão de como lidar com a adolescência dos filhos, um dos grandes problemas que vem angustiando os adultos que têm filhos, é a iniciação da vida sexual precoce dos mesmos.

Pois é na adolescência que ocorre as mudanças biológicas e emocionais que firmam uma nova identidade, o corpo muda visivelmente e, por conseguinte, o emocional do adolescente também, trazendo elementos novos que até então, eram desconhecidos. Dentre estas mudanças pode-se elencar o início da escolha profissional; a busca pela autonomia; pelo ingresso na vida sexual; pelos conflitos familiares e de caráter emocional, as transformações orgânicas e as inconstâncias hormonais, entre outros.

Portanto, pode- se dizer que a sexualidade, no contexto brasileiro, e familiar, ainda tem sido considerada um tabu permeado de princípios morais e preconceitos, em que crianças e adolescentes se sentem reprimidos em expor as suas dúvidas e expectativas em relação ao assunto. Talvez a maior dificuldade das famílias em lidar com a sexualidade, está ligada ao fato da sociedade associá-la à obscenidade, a algo sujo, pecaminoso e proibido.

Considerando o exposto em relação ao tema da sexualidade é inegável que tanto o pai quanto a mãe têm importante papel no desenvolvimento da sexualidade de seus filhos, sendo o diálogo a primeira forma de explicar com clareza os métodos de como praticar sua sexualidade saudavelmente.

Fontes:

file:///C:/Users/Simoni%20Pavei/Documents/10.pdf

file:///C:/Users/Simoni%20Pavei/Documents/Dialnet-ComunicacaoEntrePaisEAdolescentesAcercaDaSexualida-5558844%20(1).pdf

file:///C:/Users/Simoni%20Pavei/Documents/v22n1a12.pdf

 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-