28 setembro 2020 - 1:37

Secretário de Saúde anuncia plano para Hospital de Campanha. E afirma que são 30 os casos monitorados, sem exames, em Orleans.  

A Secretaria da Saúde de Orleans dispõe de estudo técnico em seu plano de contingência, para implantação do Hospital de Campanha. A estrutura deverá atender pacientes infectados com a Covid-19, e terá capacidade de 40 leitos. Conforme o secretário Fernando de Fáveri, “Caso haja necessidade, a estrutura ficará pronta em apenas dois dias”.

Hoje, 31 de março, estamos com 34 pessoas sendo monitoradas em Orleans. “Essas pessoas monitoradas estão sem exames. Vamos supor que 15 delas estejam infectadas. Se 15 transmite para três, teremos uma estimativa de 45 pacientes.  Estes, conforme o que se sabe, estarão transmitindo para mais três, ou seja,  135. Destes, se cada um transmitir para mais três, já teríamos 405 contaminadas em pouco tempo. Por isso, o risco é evidente. “Sabe quantos respiradores temos no Hospital Santa Otília de Orleans, apenas 6”, alerta o secretário.

De acordo com a estimativa, se 1% da população de Orleans, que é 23 mil habitantes precisar do Hospital, teremos cerca de 230 pessoas que necessitarão de internação. Por isso precisamos diminuir a curva e evitar que estas pessoas acabem indo para o hospital em uma só vez, explica Fáveri.

Número de pessoas nas ruas.

O secretário chama atenção para o grande número de pessoas que estavam em bancos e lotérica na segunda-feira, na cidade. “Parecia um dia de festa. Está complicado. Estive com o Tenente Arent agora a pouco, que também mostrou sua preocupação com o número de pessoas na rua.  É preciso que as pessoas tomem cuidado, esse vírus não é brincadeira, esse vírus é realmente mortal. Todo cuidado é pouco. É importante ter consciência que o H1N1, por exemplo, transmitia de um para um e o Covid-19 de um para três” alerta.

Por: Gerciana Ascari – Imprensa News Sul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-