27 setembro 2020 - 11:45

Reciclagem de resíduos como alternativa na preservação do meio ambiente

Em Tubarão, Farol Shopping desponta como exemplo direcionando corretamente 100% dos resíduos recolhidos no empreendimento

É difícil definir apenas em uma palavra o que o meio ambiente representa. Em geral, é um conjunto de fatores físicos, biológicos e químicos. É tudo aquilo que nos cerca. As plantas, a água, o ar. Todos somos responsáveis pelo cuidado e devemos fazer o que estiver ao nosso alcance para preservá-lo. Pensando nisso, e no quanto isso impacta diretamente a vida das pessoas a curto e longo prazo, em 2012 o Farol Shopping iniciou o seu Plano de Gerenciamento de Resíduos (PGR).

“Na época vimos que 80% dos resíduos recolhidos no shopping, eram destinados ao aterro sanitário. Percebemos que se quiséssemos mudar o cenário e fazer a diferença, precisaríamos mudar nosso posicionamento neste assunto. Então fomos atrás de conhecimento até chegar no modelo ideal para o nosso contexto. Em Santa Catarina, fomos pioneiros entre os shoppings centers em adotar medidas de direcionamento correto dos resíduos”, conta o Supervisor de Limpeza e Conservação do empreendimento, Carlos Huberto Effting.

O PGR adotado pelo Farol Shopping, é baseado nos princípios da não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final adequada dos resíduos. “Com essa mudança efetiva, hoje conseguimos separar e destinar corretamente 100% dos resíduos coletados no shopping”, completa.

Como é feito o processo

Os resíduos são recolhidos diariamente, em todos os setores dos shoppings. Desde as lixeiras dos corredores e banheiros, até das lojas e área administrativa. Cada resíduo é recolhido, analisado e registrado; e eles são os mais variados, desde embalagens, resíduos orgânicos e óleo de cozinha, até materiais perfurocortantes, lixo eletrônico, entre outros.

Os resíduos são separados através de lixeiras localizadas em pontos estratégicos do shopping. Para facilitar a visualização e o entendimento dos clientes, os sacos de lixo têm cores distintas para resíduo orgânico/rejeito (vermelho) e reciclável (verde). “Trabalhamos com uma empresa de limpeza terceirizada, que é responsável pela manutenção das lixeiras. São eles que fazem a substituição das mesma, quando atingem a capacidade máxima de armazenamento. Depois, os sacos são levados em carros plataforma diretamente para a doca de resíduos, que fica nas dependências do shopping, o que facilita a nossa logística”, detalha Effting.

A partir daí, cada saco é aberto para que possa ser feita a triagem e separação dos materiais. O acompanhamento e controle é feito através do contínuo acompanhamento das operações da doca de resíduos e o preenchimento de planilhas de controle. “Este instrumento de separação aumentou a eficiência do processo de aproveitamento dos recicláveis da praça de alimentação, uma vez que evita a mistura dos materiais recicláveis com os líquidos, garantindo a possibilidade de reciclagem além de uma maior segurança no manuseio”, aponta. Só no ano passado (2019), foram destinados 112.469 kg de resíduos para reciclagem.

Nesta sexta-feira (05/06), é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Questionado sobre o quanto esse tipo de trabalho é fundamental para a preservação do meio ambiente, Effting pontua. “Sabemos da importância do Farol Shopping na região e isso vai além das compras nas lojas. Como um empreendimento com tanta representatividade, faz parte do nosso compromisso fazer o que estiver ao nosso alcance para tornar o mundo o lugar melhor. Esta é a nossa maneira de ajudar a preservar o meio ambiente e construir um futuro melhor para a nossa sociedade”, finaliza.

Fonte: Ápice 360º

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-