17 janeiro 2021 - 3:57

Programa Bem Viver do MPF em SC promove ações para aproximar pessoas

Imagem: Bem Viver – MPF/SC

Desde o final de março a equipe do Programa Bem Viver do Ministério Público Federal (MPF) em Santa Catarina tem realizado uma série de ações para encurtar distâncias e aproximar colegas de todo o estado neste momento de distanciamento social, em razão da pandemia provocada pela covid-19. Na semana passada procuradores, servidores e trabalhadores terceirizados completaram um mês em casa, em teletrabalho.

O confinamento social aliado ao temor pelas consequências da pandemia e incertezas em relação ao futuro fizeram com que a equipe do Programa Bem Viver estruturasse uma série de ações de acolhimento, promoção a saúde e enfrentamento dos efeitos provocados pela pandemia, visando a preservação do bem-estar físico e mental das pessoas. Foi necessário que o Bem Viver se reinventasse, tendo em vista que até então era focado no contato pessoal. Com o distanciamento, houve a necessidade de utilização de tecnologias para aproximação das pessoas, ações como criação de canais no YouTube e Instagram, utilização da ferramenta Hangouts Meet.

Desde o final de março foram feitas várias atividades, como a produção de vídeos motivacionais, fotos dos colegas em suas estações de trabalho em casa, até desafios culinários que estão movimentando servidores e membros ativos e inativos, estagiários e terceirizados de todo o estado. Também foram planejadas ações de acolhimento, como atendimento psicológico para pessoas que buscam orientações e aconselhamentos; oferecimento de atendimentos individuais ou em grupos por meio de terapias integrativas oferecidas por servidores que atuam nessas áreas; e a realização de cursos e atividades culturais, esportivas, de responsabilidade social e de bem-estar.

Na última sexta-feira (17) foi realizado o Sarau Virtual do Bem Viver utilizando a ferramenta Hangouts Meet, do Google. Participaram em torno de 50 servidores e procuradores de todo estado, ativos e aposentados, sendo que mais de 60 visitaram a sala. Poesia e música alegraram o final da tarde de sexta-feira.

Uma das participantes ativas do Sarau Virtual foi Louise Kuchenbecker, do MPF em Tubarão, que leu alguns de seus poemas. Para ela, os dias de quarentena, que já chegam quase a 40, têm sido todos muito parecidos. “E difíceis, talvez especialmente para quem mora sozinha e sofre de ansiedade. Precisamos estar o tempo todo ajustando a rotina e usando a criatividade pra manter a saúde mental. Mas a última sexta-feira foi diferente, no melhor sentido possível. Mesmo longe, pudemos estar reunidos com colegas do MPF de todo o estado, inclusive alguns que, até então, só conhecia por nome, e partilhar momentos de descontração e apresentações artísticas.”

Louise continua: “Foi muito emocionante ouvir os colegas tocando violão. A música tem mesmo um poder de tocar a gente, principalmente quando tirada do fundo do coração. E foi bom sentir o frio na barriga de recitar meus poemas para mais de 30 colegas. E o melhor de tudo é poder sentir que não estamos sozinhos nesse momento tão inusitado. Que possa ser o primeiro de muitos encontros virtuais.”

Atrações do Sarau – Uma das atrações do Sarau foi o procurador André Bertuol, que tocou violão e cantou algumas músicas. Ele comentou que foi gratificante participar e que era a primeira vez que tocava desde o começo do distanciamento social. Paulo Moura, da Cojud da PR/SC, e o colega Michel Kleinschmidt, do MPF em Blumenau, também tocaram e encantaram os presentes. Paulo tocou violão, direto de Santo Antônio de Lisboa, enquanto Michel fez todo mundo cantar sucessos do Legião Urbana.

Outro “evento” foi a primeira “live” do Programa no Instagram, na última quarta-feira (22), uma aula de alongamento com o servidor Fábio Delvízio de Menezes, educador físico, que integra a equipe do Bem Viver. A atividade motivou mais de 50 pessoas e teve cerca de 90 visitantes no canal, membros, servidores ativos e aposentados e terceirizados de todo estado e de outras unidades do país.

“Aula perfeita do Fabio para o Programa Bem Viver!”, comentou a procuradora Daniele Escobar. Para ela, um dos grandes desafios nesses tempos de pandemia é manter as pessoas saudáveis, física e mentalmente. “Nesse sentido, a prática de atividades físicas diárias é fundamental e o Bem Viver nos proporcionou uma aula didática, tranquila e acessível também aos iniciantes, sem deixar de exigir daqueles que já estão mais acostumados com a atividade. Com essa nova situação de home office que estamos vivenciando, temos que prestar mais atenção na nossa postura corporal e o alongamento induz a essa consciência. A sensação de bem-estar após a aula é fantástica! Parabéns ao instrutor Fábio e a toda equipe do Bem Viver!”, disse Daniele.

Como um dos pilares do Bem Viver é a atividade física, a equipe do Programa considera que a prática é fundamental para a saúde do corpo e da mente neste momento de enfrentamento do coronavírus. No trabalho em casa é essencial que sejam incentivadas as ações para a adoção de uma rotina de vida fisicamente ativa. Nesse sentido, Cairo Henkels, do MPF em Blumenau, aprovou a atividade. “Sou um adepto em realizar exercícios físicos. Estou sentindo falta nestes tempos, que não podemos realizar nossas atividades físicas fora de casa. Além disso, tivemos uma excelente aula com o colega Fábio, que trabalhou aqui em Blumenau comigo, que promoveu ótima interação com outros colegas do estado.”

Um dos objetivos do Programa Bem viver é a integração dos servidores e membros aposentados às atividades que propõe, principalmente neste momento em que a interação e o acolhimento são tão necessários. Sônia Belota, servidora aposentada e que sempre procura participar das atividades do Bem Viver, curtiu o alongamento. “Adorei!!! E olha que não sou muito adepta de atividades físicas. (kkk) Fui achando que seria bem fácil, mas na verdade foi a melhor aula de alongamento que já fiz! Fora a alegria de poder partilhar momentos com tantos colegas queridos de trabalho! Sou muito grata ao Programa Bem Viver e a ASMPF por sempre incluir os aposentados em suas atividades! Já quero a próxima!”, disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social – Ministério Público Federal em SC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-