30 setembro 2020 - 3:53

Palmeiras de Pindotiba e Santista, os campeões em Orleans

A edição/2019 do Campeonato Municipal de futebol de campo em Orleans foi encerrada na tarde do último sábado (23). Dois jogos movimentaram a competição no Estádio Osmundino Mateus e no fim, as equipes do Palmeiras, de Pindotiba, e do Santista FC conquistaram o título nas categorias ‘Aspirantes’ e ‘Titulares’, respectivamente.

Nos “aspiras”, o empate em 0 a 0 diante da Taipa garantiu ao Verdão mais um troféu nos gramados orleanenses, o sexto na história. Precisando da vitória para forçar os pênaltis já que perdeu na ida (3×1), a Taipa criou as melhores oportunidades, porém não concluiu com êxito. Destaque para o experiente goleiro Sandro de Pieri, do Palmeiras, com importantes defesas ao longo dos noventa minutos.

Campanha: 9 jogos (7 vitórias, um empate e uma derrota). Marcou 22 e sofreu 12 gols.

DA INATIVIDADE A GLÓRIA.

A última participação nos gramados das Colinas havia sido no ano de 2004. Inativo desde então (apenas nos gramados), a equipe do Santista Futebol Clube, uma das mais tradicionais do município, retornou em grande estilo no corrente ano e de quebra, faturou a taça na categoria ‘Titulares’.

Depois do empate frente ao Nova Orleans no primeiro jogo da decisão, o time azul e branco assegurou o troféu ao vencer o adversário pelo placar de 2 a 0 na partida  de número dois, com um gol em cada tempo: primeiramente, Léo “Sorriso” abriu o placar aos 25 minutos, num chute indefensável para o goleiro Colodí; já na etapa complementar, logo aos 3 minutos, ao atacante Foguinho desferiu o arremate da entrada da área, decretando assim números finais.

Campanha: 8 jogos (4 vitórias, dois empates e duas derrotas). Marcou 17 e sofreu 11 gols.

PREMIAÇÕES INDIVIDUAIS.

>> Categoria ‘Aspirantes’: Juliano “argentino” (Palmeiras) foi o artilheiro com 7 gols e Marcos (Taipa), o goleiro menos vazado com seis.

>> Categoria ‘Titulares’: Daniel foi o artilheiro também com 7 gols e Anderson, o goleiro menos vazado com 11. Ambos do Santista.

Por: Rodolfo Devilla!

- Anúncio -
-Anúncio-