29 setembro 2020 - 5:37

Pai de aluno terá que pedir desculpas à diretora

O pai de um aluno da rede municipal de ensino de Tubarão foi duplamente condenado por postar nas redes sociais fatos inverídicos sobre uma diretora da cidade. Quanto à queixa pelo crime, o mencionado pai terá que publicar textos, em sua página no Facebook, além de veicular em dois jornais da cidade e numa rádio local as desculpas e a retratação quanto ao que afirmou sobre a profissional.

O texto no Facebook do pai, com a retratação e o pedido de desculpas, deverá ser mantido por, pelo menos, um ano. Durante este período, o pai terá que entregar três cestas básicas ao Abrigo dos Velhinhos de Tubarão, o que deverá ser comprovado mediante recibo da entidade.

Segundo a Fundação Municipal de Educação da cidade, não cabe recurso da sentença do Poder Judiciário da comarca de Tubarão. A fundação recomenda ainda aos diretores de escola e professores que não respondam às inverdades e baixarias nas redes sociais, mas que, imediatamente, registrem boletim de ocorrência. Outros casos estão em curso, e em breve ocorrerá o desfecho na Justiça.

Com informações do Portal Diário do Sul

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-