2 dezembro 2020 - 7:28

Orleans comemora 107 anos neste dia 30 de agosto

Orleans completa 107 anos de emancipação política-administrativa neste dia 30 de agosto.

Sua população estimada em 23 mil habitantes, herdeiros em sua maioria da colonização italiana, alemã, leto e polonesa.

Terra de Princesa e Conde, Orleans ganhou o nome da família de Conde d´Eu, que esteve visitando a cidade em 26 de dezembro 1884.

” Um povo só é povo se tem uma história. Só se mantém unido, só conserva a sua identidade através do tempo, se pode firmar suas raízes nos escaninhos dos séculos” (Pe. João Dall’Alba, 1983).

O município preserva a cultura dos imigrantes através de costumes canções e gastronomia. No Museu ao Ar Livre e no Museu do Imigrante na Comunidade de Rio Pinheiros esta preservada a história dos colonizadores através de objetos e moinhos utilizados pelos colonizadores.

Intitulada a Capital da Cultura a arte da cidade está visível nos paredões de pedra às margens do Rio Tubarão, esculpidos pelo artista orleanense José Fernandes conhecido como Zé Diabo.  E também  em diversos monumentos espalhados pela cidade. Através dos registros de seus escritores e da academia Orleanense de Letras.

A data sempre foi comemorada com festividades que reunia milhares. No entanto devido a pandemia este ano de 2020 a mesma não aconteceu.

Saiba Mais:

Em 1887, a sede da Colônia Grão-Pará mudou-se para o núcleo colonial de Orleans do Sul. O povoanento, concentrou-se próximo à estação de trem da estrada de Ferro Dona Tereza Cristina. No alto do morro, foi construída a capela Santa Otília, que serviria de igreja matriz.
De núcleo colonial, Orleans do Sul passou a ser distrito, em 2 de outubro de 1888, deixando assim de ter uma administração como Colônia. Em 30 de agosto de 1913, cria- se o município de Orleans, composto pelos distritos da Sede, Lauro Müller, Grão-Pará e Palmeiras. ( Fonte: 
Museu ao Ar Livre Princesa Isabel)

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-