26 novembro 2020 - 1:54

Na volta do Catarinense, Tigre faz homenagem aos seus torcedores

Após um período de 122 dias sem futebol por conta da pandemia do novo coronavírus, Criciúma e Marcílio Dias reabriram o Campeonato Catarinense empatando sem gols pelas quartas de final da competição. Sem a presença de público em virtude do decreto estadual que regulamenta a volta do futebol profissional em Santa Catarina, o Tigre preparou uma série de homenagens para a torcida carvoeira na partida realizada na noite desta quarta-feira (08/07) no estádio Heriberto Hülse.
Com a parceria de um grupo de colecionadores do manto carvoeiro, mais de 400 camisas oficiais e históricas do clube revestiram os assentos das sociais do Majestoso, representando toda a torcida. Os jogadores do Tigre, ao entrar em campo, saudaram as camisas e atiraram camisas oficiais de jogo na direção das arquibancadas. Estas serão sorteadas aos sócios adimplentes, que mesmo sem assistir a jogos durante o período, continuaram contribuindo com o clube.
O presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, reafirmou a importância das homenagens à torcida neste momento diferente da volta do futebol. “As camisas expostas no setor das sociais deram um brilho especial ao estádio. Essa foi uma forma de enaltecer a força da nossa torcida que é famosa em todo o Brasil pela festa nas arquibancadas”.
Também foi realizado uma homenagem para Dona De Lourdes, torcedora símbolo do clube que faleceu no dia 19 de março. Ela foi lembrada na arquibancada do Heriberto Hülse no lugar onde sempre costumava ficar. Um totem com a sua imagem ficará fixa durante todo o ano de 2020 nos jogos do Tigre. “Desde que a De Lourdes nos deixou, pensamos em prestar uma homenagem. Por conta da restrição de público na volta do Catarinense, ela foi a única torcedora presente no estádio. Sempre iremos nos lembrar de sua alegria e amor incondicional pelo clube”, afirmou Dal Farra.
Fonte: Assessoria de Imprensa –  Criciúma Esporte Clube
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-