26 setembro 2020 - 4:17

Mulher é morta dentro de fábrica em SC

 Foi encontrada morta dentro de uma fábrica de tecidos em Navegantes, Litoral Norte, na sexta-feira (20), Franciele Lahutte tinha 31 anos.   O principal suspeito do crime é o ex-marido dela e dono da empresa onde o corpo foi localizado, informou a Polícia Civil. O empresário tem 41 anos e fugiu para Foz do Iguaçu (PR), disse o delegado Rodrigo Coronha, que pediu a prisão preventiva do homem.

Para a Polícia Civil, o crime em questão é um feminicídio. Coronha informou que a mulher e o ex-marido foram casados por cerca de 10 anos e tinham se separado há dois meses. Ambos eram donos da confecção de malharia, mas quando se separaram Franciele deixou a companhia. Porém, há aproximadamente 10 dias, ela tinha voltado a trabalhar no local.

Na tarde de quinta-feira (20), a fábrica fechou por volta das 17h20, mas Franciele e o ex-marido continuaram no local. Cerca de 20 minutos depois, câmeras de segurança registraram ele deixando o local sem a vítima.

Nesta sexta, por volta das 12h, o corpo da mulher foi encontrado no escritório da empresa, parcialmente sobre um colchão que era usado pelo ex-marido dela para dormir no local desde a separação. Segundo Coronha, a mulher estava com diversos hematomas e escoriações. A suspeita é que ela tenha sido morta por estrangulamento.

O delegado contou ainda que imagens mostram o suspeito na rodoviária tentando comprar uma passagem, mas sem sucesso. “Ele saiu da cidade e foi pra Curitiba, pode ser sido com motorista de aplicativo, ainda não temos certeza. De lá, ele embarcou num ônibus para Foz do Iguaçu”, disse.

O suspeito é procurado pelas polícias Civil e Militar.

Fonte: G1

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-