1 março 2021 - 3:35

Morro da Fumaça: Rede Municipal abre ano letivo de forma online

A abertura do ano letivo da Rede Municipal de Ensino de Morro da Fumaça foi diferente em 2021. Os trabalhadores da educação estiveram unidos como em todos os anos, mas desta vez, de forma online, devido à pandemia do novo coronavírus.

Por meio de vídeo, a secretária de Educação, Greicy Salvador Zaccaron, deu as boas-vindas aos profissionais e repassou as orientações para a volta das aulas, que ocorrem no dia 17 de fevereiro, de forma híbrida. O prefeito licenciado, Noi Coral, também recepcionou e agradeceu os servidores da educação pelo empenho em 2020.

“Foi por meio da dedicação de todos e todas que os alunos não deixaram de ter aulas, mesmo que a distância. Todos os profissionais foram fundamentais em um ano difícil e que impôs muitos desafios. Sabemos das dificuldades enfrentadas e como cada um se desdobrou para levar o aprendizado aos alunos. Somos gratos pelo empenho e dedicação de vocês e tenho certeza que os pais e os alunos também são. Deixo os meus votos de um excelente ano de trabalho a todos e todas, pois quem sai ganhando são os nossos alunos que são o futuro de Morro da Fumaça”, enfatizou.

Orientações e aprendizados

Durante a apresentação, técnicos das vigilâncias Sanitária e Epidemiológica repassaram orientações aos profissionais. Para a volta do ensino presencial, o município e as escolas elaboraram o Plano de Contingência Para Retorno Seguro das Aulas (Placon Edu), além disso, todos os trabalhadores da educação das redes municipal, estadual e privada estão realizando o teste para Covid-19.

A secretária do Sistema de Educação, Greicy Salvador Zaccaron, falou sobre a união dos profissionais. “Realizamos o evento de forma não presencial, mas conectados por um único objetivo: a formação e a transformação em nosso meio através do nosso trabalho na educação. Agradecemos o empenho de todos os profissionais que contribuíram para encontrar as estratégias em meio a tantos obstáculos inesperados e que, de certa forma, limitaram o nosso fazer pedagógico nas escolas. Somos uma única família movidos por um único trabalho, seja desenvolvido na rede pública ou na rede privada de nosso município”, afirmou.

Melhorias

Mesmo em um ano em que as aulas presenciais precisaram ser suspensas e o ensino passou a ser de forma online, a Prefeitura continuou investindo nas estruturas das escolas e creches. Como exemplo, a nova escola Biázio Maragno, de Estação Cocal, a elaboração do projeto da nova escola Vicente Guollo, do bairro Naspolini, a construção de quadras nas escolas Olívio Recco e Zuleima Búrigo Guglielmi, entre outras melhorias que beneficiam alunos e profissionais. “A nossa cidade é referência, está crescendo e precisamos que a educação seja cada vez mais forte. O Governo Municipal está presente, acredita muito na educação. Estamos fazendo o possível para dar condições para o desempenho das atividades e assim vamos continuar nos próximos anos”, citou prefeito em exercício, Eduardo Sartor Guollo.

Fonte: Engeplus

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-