2 dezembro 2020 - 6:48

Ministerio Público investiga policial que aparece em vídeo agredindo universitárias em Lages

Vídeo da agressão, que aconteceu dentro do apartamento onde as jovens residem, circula nas redes sociais

A Polícia Civil e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC)  investigam as denúncias de agressão contra estudantes universitárias por um policial militar, em Lages (SC). Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o momento em que o PM, já dentro da sala do apartamento das jovens, bate com um cassetete em três delas.

As agressões teriam ocorrido após uma discussão por causa de som ligado após as 22h da noite. As jovens estariam comemorando a aprovação no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), quando o policial e a mulher dele, partem para cima de uma das jovens, invadiram o apartamento.
Assista:

Exame de corpo de delito

As universitárias têm entre 21 e 23 anos. Nesta terça-feira (4/8), elas passaram por exame de corpo delito.

Em nota:

O Comando do 6º Batalhão de Polícia Militar informa que tomou ciência dos vídeos e imagens disseminados em redes sociais, na noite da última segunda-feira, 03, em Lages. E, que logo após ter conhecimento dos fatos determinou a instauração do procedimento correcional competente para apuração.

O Policial Militar já estava em afastamento regulamentar por se encontrar em grupo de risco perante a Covid-19, e as ações ocorreram fora do âmbito profissional.

A Instituição afirma tratar-se de fato isolado que não condiz com a formação e a preparação dos policiais militares catarinenses. Ressalta ainda, que não coaduna com qualquer conduta irregular, bem como violência contra a mulher.

FABIANO DA SILVA
Ten-Cel PM Comandante do 6º BPM

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-