20 setembro 2020 - 2:45

Jovem advogada catarinense é duplamente absolvida de processos

A jovem advogada Anna Brueckheimer foi absolvida duas vezes – nas esferas criminal e cível – nos processos que Rafael Assis Horn, presidente da OAB/SC, movia contra ela por suposta ofensa em rede social questionando a contratação do escritório de Horn sem licitação pela CASAN.

No Cível, o juiz Flávio Paz de Brum acolheu embargos de declaração do advogado Paulo Roberto Silveira de Borba, filho do homônimo ex-presidente da OAB/SC, alegando que a advogada não denegriu a imagem de Horn.

A Justiça de Santa Catarina também rejeitou o processo criminal contra Anna, pois, segundo o juiz João Drobowski Neto, Rafael não provou na queixa crime a alegada ofensa. “O conteúdo compartilhado no perfil e apresentado no print acostado não guarda relação com o narrado na queixa crime”, diz na sentença. A defesa foi feita pelos advogados Deivid Prazeres e Hélio Brasil.

Ricardo Macuco | RMCOM Comunicação

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-