22 janeiro 2022 - 5:10

Investigação da Polícia Civil sobre grupo criminoso do tráfico resulta em mais de R$ 500 mil em bens sequestrados

Mais de meio milhão de reais em bens sequestrados. Este é um dos resultados até agora de uma investigação da Polícia Civil de Santa Catarina em combate ao crime de lavagem de dinheiro de um grupo criminoso que atua com o tráfico de drogas.

A ação e a estimativa de valores sequestrados são da Delegacia de Investigação à Lavagem de Dinheiro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), com o objetivo de despatrimonialização dos investigados.

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos no dia 17 de novembro, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Em SC as buscas foram em Palhoça, São Jose e Tubarão. No RS as buscas foram em Viamão. As medidas cautelares probatórias e assecuratórias foram determinadas pelo Poder Judiciário.

A investigação apontou que integrantes de um grupo criminoso com atuação do Rio Grande Sul fixaram residência em Santa Catarina e investiam os recursos provenientes da atividade criminosa de tráfico de drogas no Estado catarinense.

Os investigados, além de não possuírem fontes de rendas lícitas, ostentam bens de luxo em nome de terceiros (laranjas ou testas de ferro) e movimentam valores à margem dos sistemas de controle.

As medidas visam a apreensão de documentos capazes de revelar as estratagemas de ocultação e dissimulação de bens e valores, apurar a real situação do patrimônio sem lastro e a identificação de outros bens que não haviam sido identificados, possivelmente em nome de prepostas pessoas.

Sufocar a atividade criminosa

A ação busca principalmente sufocar financeiramente a atividade criminosa, com a apreensão e indisponibilidade de ativos que tenham sido adquiridos ou que sejam frutos de valores auferidos com a prática criminosa. As investigações contaram com o suporte técnico do Laboratório de Tecnologia em Lavagem de Capitais e operacional das demais unidades da DEIC/PCSC, além da DECOR / DIC Tubarão e PC/RS de Viamão (RS).

Fonte: PCSC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-