29 setembro 2020 - 4:10

Homem é acusado de violência doméstica e tem armas de fogo apreendidas, em Braço do Norte

O cumprimento de um mandado de busca e apreensão resultou na apreensão de duas armas de fogo e munições no fim da tarde desta quinta-feira (7). A ação foi realizada pela Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Braço do Norte e apoio das Delegacias de São Ludgero e Rio Fortuna.

A investigação teve início por meio de denúncia dos crimes de ameaça de disparo de arma de fogo no âmbito de violência doméstica. Na tarde desta quarta-feira (6), um Boletim de Ocorrência (B.O) de violência foi registrado, no qual a mulher solicitou medidas protetivas e relatou que o suposto agressor tinha duas armas de fogo em casa.

O delegado de polícia de Braço do Norte, Eder Juliano Correa Matte, representou por busca e apreensão, a qual teve parecer favorável do Ministério Público (MP), que foi deferida pelo Judiciário. “Hoje o judiciário deferiu o pedido e no fim da tarde foi cumprido o mandado que resultou na apreensão das duas armas”, explica.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, foram encontrados e apreendidos um revólver calibre 22 Magnun e rifle calibre 22, bem como, mais de 200 munições. O suposto agressor não se encontrava no local no momento da apreensão.

O delegado afirma que o acusado se apresentará nesta sexta-feira (8), na delegacia. A princípio o indivíduo responderá ao inquérito em liberdade, já que não houve flagrante de nenhum dos crimes. “Se ele tiver documentação das armas, ele apresentará, porém, elas permanecerão em poder da polícia”.

O homem responderá ao inquérito policial por ameaça e disparo de arma de fogo. Com relação a posse das armas, a polícia irá apurar se ele tem registro dessas armas. “Se ele tiver responderá apenas pela ameaça e disparo. Mas tudo será investigado no inquérito policial a partir de agora”, finaliza.

Fonte: Notisul
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-