27 setembro 2020 - 3:34

Hagibis chega ao Japão e deixa um morto e 33 feridos

O tufão Hagibis, um dos mais poderosos das últimas seis décadas na região, chegou ao Japão com fortes ventos e provocando inundações neste sábado (12). Uma pessoa morreu e 33 ficaram feridas. Há relatos de desaparecidos.

O tufão tocou o solo em Shizuoka, na península de Izu, no sudeste de Tóquio, às 19h (no horário local). Hagibis, que significa “velocidade” em filipino, avança com ventos máximos sustentados de 162 km/h, segundo a agência meteorológica do japão (JMA).

lertas para risco de inundações e deslizamentos foram emitidos para Tóquio e outras cidades, como Gunma, Saitama, Kanagawa e Fukushima. Cerca de 17 mil policiais e militares foram mobilizados para as operações de resgate.

Cerca de 1,6 milhão de pessoas receberam a determinação de abandonar suas casas por causa dos fortes ventos e das chuvas torrenciais. As autoridades prestam atenção especial ao fazer esse tipo de determinação para os idosos, pessoas com problemas de saúde e crianças.

O tufão fez sua primeira vítima logo ao chegar ao país. “Um homem de 49 anos foi encontrado morto em uma caminhonete virada”, disse Hiroki Yashiro, porta-voz do departamento de Bombeiros de Ichihara, em Chiba.

A agência meteorológica alertou para os fortes ventos e mar violento na madrugada de domingo (13) em muitas regiões do país. Há previsão de que as rajadas de vento cheguem a até 216 km/h.

Também são esperadas fortes chuvas em algumas regiões, com, por exemplo, 500 mm em 24 horas na área de Tóquio e até 800 mm no centro do país, de acordo com a JMA.

Fonte: G1 Mundo

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-