sexta-feira, 5 junho 2020 - 9:05

FUTEBOL. Ketlen mira o 100º gol pelo Santos

O Santos Futebol Clube, de Pelé e Cia, conquistou o coração de muitos torcedores espalhados pelo Brasil. “Não conheci minha avó, mas minha mãe contava histórias de que ela era santista e escutava os jogos pelo rádio”, conta Ketlen Wiggers, 28 anos de idade e natural do município de Rio Fortuna, Santa Catarina. Se viva estivesse, a avó de Ketlen teria outro motivo para o coração ser arrebatado pelo alvinegro praiano. Quis o destino que a neta se tornasse um dos nomes mais emblemáticos do futebol feminino santista. Dentre os clubes mais tradicionais do país, o Peixe, como também é conhecido, é um dos pioneiros da modalidade (desde 1997) e também, um dos mais vitoriosos, com quatro títulos paulistas, um Brasileiro e duas Libertadores da América. A catarinense faz parte dessa trajetória desde 2007, quando desembarcou no litoral paulista com apenas 15 anos. De lá para cá, só não vestiu a camisa branca entre 2011 e 2015, período em que a equipe esteve desativada. O seu atual contrato vai até dezembro deste ano. “Minha mãe viu uma reportagem sobre a peneira (avaliação) e entrou em contato. Digo sempre que vivi três fases aqui (no Santos): a primeira quando cheguei, ainda aprendendo, crescendo com as demais meninas; a segunda, quando retornei e a terceira, mais experiente e repassando o que aprendi as meninas que aqui estão”, disse.

Em um clube que se orgulha do DNA ofensivo, independente do gênero, Ketlen supera até mesmo as duas maiores goleadoras do futebol feminino nacional — Marta e Cristiane. A atacante rio-fortunense é a goleadora máxima da modalidade no clube com 97 gols marcados. Até a interrupção do Campeonato Brasileiro Feminino devido ao coronavírus, o torneio nacional já havia apresentado quatro rodadas, com o Santos conquistando quatro vitórias (4×0 no Flamengo, 3×0 no Iranduba/AM – jogos estes em que Ketlen balançou as redes, ela que já soma dois na competição, além de 2×0 no Cruzeiro e no Grêmio). Ao lado da Ferroviária/SP, lidera com 12 pontos ganhos. Na seqüência da classificação, aparece o Avaí/Kindermann, representante de SC com 10; Palmeiras, Corinthians, Grêmio e Cruzeiro 9; Internacional/RS 8; São Paulo 7; Minas Icesp/DF, São José/SP, Iranduba e Flamengo, todos com 6 e ainda sem pontuar – Audax/SP, Vitória/BA e Ponte Preta.

Com pelo menos 14 rodadas ainda pela frente, além do Paulistão, a marca centenária está encaminhada. “Representa muito poder chegar aos 100 gols. Sempre me inspirei em outras jogadoras tais como a Érika, do Corinthians e a própria Cristiane, dentre outras. E estar à frente delas na estatística das goleadoras é muito gratificante. Gostaria muito de alcançar tal marca e entrar de vez para a história do Santos”, afirmou.

Além do alvinegro praiano, Ketlen coleciona na carreira uma experiência no futebol dos Estados Unidos da América e pela Seleção Brasileira, foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em 2011, dentre outras conquistas

Por: Rodolfo Devilla!

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-