1 outubro 2020 - 9:13

Em eleição suplementar, Câmara elege Valentim Bardini Sobrinho presidente do Legislativo Orleanense

A Câmara de Vereadores de Orleans realizou a sessão para a Eleição Suplementar para Presidente/Sessão Ordinária de 02 até 31 de dezembro de 2019. Na qual foi eleito por unanimidade o vereador Valentim Bardini Sobrinho – MDB.

Na sequência foi realizada a 43ª Sessão Ordinária de 2019.  Sob a presidência do vereador Valentim Bardini Sobrinho – MDB, a Sessão Ordinária da 18ª Legislatura de 2019, se deu de forma bastante tranquila.

Após a discussão e votação da ata da sessão do dia 25 de novembro, que foi aprovada e realizada a leitura dos projetos que deram entrada na casa conforme relacionados abaixo:

Projeto de LEI PE nº 0064/2019 – autoriza o chefe do poder executivo municipal a firmar termo de fomento com a associação familiar de apicultores das colinas – AFAC e dá outras providências.

Projeto de LEI PE nº 0065/2019 – ratifica a resolução 01/2019, do consórcio intermunicipal de atenção à sanidade agropecuária – CIASAMREC, que incorpora o CIASAMREC ao CONSORCIO INTERMUNICIPAL MULTIFINALITÁRIO DA AMREC – CIM-AMREC e dá outras providências.

Na ordem do dia foi votado apenas o PROJETO DE LEI N. 59 DE 29 DE OUTUBRO DE 2019.

O mesmo “Estima a receita e fixa a despesa do município de Orleans para o exercício de 2020”.  O qual você pode conferir no link anexo.

https://www.orleanscamara.sc.gov.br/camara/pautas/1/324#lista_texto_pauta

Na tribuna manifestaram-se alguns vereadores. Entre os assuntos a questão referente ao canil. O  desassoreamento do Rio na Barra do Rio Novo, assunto levantado pelo Vereador Udir Pavei (PSD) comentado pelo vereador Paulo Canever (PSD).  O vereador Pedro Orbem (MDB) comentou que o desassoreamento foi devidamente autorizado pelo órgão responsável. O vereador Antônio Dias André do MDB, também se manifestou na tribuna e teceu comentário sobre o assunto desassoreamento. Representante do Deinfra estará em Pindotiba na terça-feira, 03. A vereadora Mireli Debiasi (PSDB), também comenta sobre a questão dos animais. “Conheço o canil municipal muito antes de ser vereadora. O canil já esteve em situação ainda mais precária que a de hoje. A culpa não é somente da prefeitura, mas da população que abandona os animais. O ideal seria possibilitar a castração aquelas família que não tem condições de pagar”. Frisou ela.

Acompanhe no Link em anexo tais manifestações.

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-