30 setembro 2020 - 3:34

Corpo de Bombeiros Militar participa do lançamento do Verão Santa Catarina

Chamada pelo Governo de Verão Santa Catarina a ação integrada entre as instituições durante a época mais quente do ano foi lançada na manhã desta quinta-feira, 12, em Florianópolis.

Programada para iniciar no dia 19 de dezembro e seguir até março, a intenção é que este novo conceito fortaleça o atendimento à população e aos visitantes. Envolvendo 22 órgãos da administração direta e indireta, incluindo o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), o objetivo é garantir a celeridade no enfrentamento de situações emergenciais e prevenir, por meio da Comissão de Respostas Rápidas, com integrantes de todas as instituições envolvidas.

Confira as imagens do lançamento aqui.

A operação no CBMSC

Para o CBMSC a temporada de Operação Veraneio iniciou no dia 05 de outubro, com a baixa temporada e segue até depois da Páscoa, com a pós temporada, que vai até o dia 13 de abril. Ou seja, são mais de 190 dias de atuação.

Neste período serão 384 postos de Guarda-Vidas ao longo de 325 km de praias, representando 58% do litoral catarinense. São 2.100 profissionais envolvidos, entre guarda-vidas civis e militares, que trabalharão em regime de escalas, com cerca de 1.300 empregados por dia. Neste ano foram investidos mais de R$ 17 milhões para o ressarcimento dos guarda-vidas civis e também para a compra de equipamentos. Desde o dia 23 de novembro todos os postos de Guarda-Vidas estão ativos.

“Este valor de mais de R$ 17 milhões investidos para operação veraneio é algo inédito. Nós não tínhamos um investimento expressivo desde 2013. O que é de extrema importância, porque é revertido totalmente para a segurança dos cidadãos que frequentam as praias e balneários do estado”, exalta o Comandante-Geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira.

Novidades desta Operação Veraneio

Para esta edição 2019/2020 o CBMSC apresenta novidades que auxiliarão no trabalho de prevenção.
O aplicativo Praia Segura, criado pelo CBMSC em 2017, permitindo que o usuário verifique as condições do mar, as bandeiras das praias, os locais com ocorrências de águas-vivas e que em 2019 tem uma nova funcionalidade, permitindo que as pessoas verifiquem a situação de balneabilidade das praias catarinenses, em uma parceria com o Instituto do Meio Ambiente.

Também neste ano os locais de água doce, como os rios, lagoas e cachoeiras, por exemplo, estão recebendo sinalização, para que os acidentes nestes locais sejam reduzidos.

 

O Comandante-Geral destaca que o CBMSC trabalha para a prevenção de acidentes, porém, que a população deve contribuir com o trabalho dos bombeiros militares e guarda-vidas. “Não irá adiantar nós realizarmos todo este trabalho de prevenção, e esses investimentos, se a sociedade não estiver empenhada em se prevenir, não tiver atenção ao que está sinalizado. Procure sempre se banhar em uma área protegida e veja a sinalização dos locais”, diz.

 

Para a sinalização das áreas de risco, foi realizado um mapeamento, entre o Comando-Geral, junto com a Coordenadoria de Atividades Aquáticas, em que foram estabelecidos parâmetros e critérios de riscos e assim definidos os locais de implementação das sinalizações.

Créditos:
Texto: Melina Cauduro – Jornalista
Imagens: Soldado BM Jackson Jacques
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-