29 outubro 2020 - 10:00

Chapecoense larga na frente na briga pelo título catarinense de 2020

A Arena Condá foi palco, na noite desta quarta-feira (09), da primeira parte de mais um momento histórico para o futebol catarinense: a inédita decisão entre Chapecoense e Brusque. No jogo de ida da decisão, melhor para a equipe alviverde, que contou com noite inspirada da sua zaga artilheira para garantir a vitória por 2 a 0. Luiz Otávio no primeiro tempo e Joílson na etapa complementar marcaram os gols que garantiram a flechada e deram a vantagem ao Verdão.

A partida: 

Com menos de um minuto de bola rolando, a Chapecoense apresentou o seu cartão de visitas com Denner, pela esquerda, fazendo um cruzamento forte e dando trabalho ao goleiro adversário. Na sequência, aos dez, Anselmo Ramon recebeu na medida de Willian Oliveira, ficou de frente com o arqueiro do Brusque e finalizou cruzado, tirando tinta da trave. Aos 14, Denner teve mais uma chance clara de gol, que parou na defesa de Zé Carlos. A incessante pressão alviverde deu resultado e, aos 20, após cobrança de falta, Luiz Otávio mandou de canhota para o fundo da rede, inaugurando o placar na Arena Condá.

No início da etapa complementar, a Chapecoense viu o adversário esboçar uma reação, mas conseguiu equilibrar as ações da partida e ampliar a vantagem. Aos 28, em nova jogada de bola parada, Paulinho Moccelin mandou a bola pra dentro da área, a zaga tentou afastar, mas a bola sobrou com Joílson, que marcou, de cabeça, o segundo do Verdão.

Próxima partida:

O jogo de volta da grande final do Campeonato Catarinense está marcado para o próximo domingo (13), às 16h, no Augusto Bauer.

Por Alessandra Seidel – ACF
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
a href="#">
-Anúncio-