19 maio 2022 - 12:03

CBMSC apresenta dados da missão realizada em Petrópolis

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) apresentou nesta terça-feira, 15, os dados referentes ao trabalho das equipes na missão em Petrópolis. O evento aconteceu no Centro de Ensino Bombeiro Militar, em Florianópolis. Ao total, as duas equipes que atuaram na Serra fluminense, atingida por fortes chuvas, auxiliaram na localização de 16 vítimas que foram retiradas dos escombros.

Os dados foram apresentados pelo Comandante-Geral, coronel Marcos Aurélio Barcelos, pelo tenente-coronel Walter Parizotto e pelos comandantes das duas equipes do CBMSC no Rio de Janeiro, major Clemente Stahelin Michels e o capitão Alan Delei Cielusinsky.

Na manhã de sexta-feira, 18 de fevereiro, o CBMSC recebeu a solicitação do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro para apoio nos trabalhos de busca das vítimas em decorrência das fortes chuvas que atingiram o município de Petrópolis no dia 15 de fevereiro. O governador Carlos Moisés autorizou a ida de militares do CBMSC para a cidade fluminense.

Foi estabelecida a estratégia de atuação com duas equipes, em períodos diferentes, sendo a primeira com nove militares e seis cães de busca e resgate, que ficaram em Petrópolis entre os dias 19 e 27 de fevereiro. A segunda equipe, com oito militares e seis cães, atuou na missão entre os dias 27 de fevereiro e 6 de março.

A primeira equipe que chegou ao Rio de Janeiro foi comandada pelo capitão Alan, que também atua na atividade com cães. Atualmente, apesar do cão dele estar aposentado, o capitão possui a experiência de atuação em grandes eventos, como, por exemplo, na tragédia de Mariana, em Minas Gerais.

Já a segunda equipe foi comandada pelo major Michels, que também atuou na cena como binômio, conduzindo o cão Chewbacca. Esta dupla também atuou em Brumadinho, em outra tragédia ocorrida em Minas Gerais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina – CBMSC

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-