30 setembro 2020 - 4:19

BRAÇO DO NORTE: jovem é suspeita de ter enterrado bebê nos fundos de sua residência

Um feto de aproximadamente 7 meses de gestação foi enterrado no fundo de uma residência no Bairro Vila Nova em Braço Do Norte. O crime teria ocorrido na última quinta-feira, dia 27, e só foi descoberto hoje, após E.C.M 21 anos procurar ajuda no Hospital Santa Teresinha (HST), em função de sangramentos. De acordo com a PM, o HST já havia constatado a gravidez por meio de exames na última semana. Ela estava com cerca de 30 semanas de gestação.
Hoje, ao procurar a unidade hospitalar, E.C.M relatou ter perdido o bebê enquanto tomava banho e que havia jogado partes do feto no lixo. Suspeitando do ocorrido, o HST acionou a guarnição da PM, que se deslocou até a casa de E.C.M e encontrou o bebê enterrado no quintal. Um dos vizinhos relatou que ela havia pedido uma enxada para fazer um canteiro. Outro contou ter ouvido choro de criança na última quinta, mas não sabia da gravidez. O médico legista confirmou que o bebê estava formado e a investigação vai apontar se ele já estava morto quando enterrado. A ocorrência foi gerada pela PM como infanticídio e abandono de recém-nascido, porém, a Polícia Civil, por meio de investigação, poderá requalificar o caso.. A autora continua internada no HST.Atenderam a ocorrência a Polícia Militar, Polícia Cívil,Instituto Geral de Perícias, Conselho Tutelar e Instituto Médico Legal. O delegado de Plantão Lucas Rezende colheu os depoimentos no local bem como acompanhou os trabalhos do IGP e IML.
O caso será investigado pela Polícia Cívil de Braço do Norte.
- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-