24 julho 2021 - 2:43

Bordados manuais uma arte que sobrevive ao tempo

Uma arte milenar, os bordados manuais são encontrados em muitas residências no Brasil, inclusive em Orleans e municípios vizinhos. A Arte de criar formas em tecido é uma tradição na maioria das vezes passada de mãe para filha.
Mesmo que alguns pontos sejam tradicionais, os bordados a mão acabam sendo peças individuais e únicas, uma obra de arte desenhada ponto a ponto. Pontos criados com perfeição, feitos com capricho e zelo, assim são os trabalhos encontrados na região.
O trabalho com linhas e agulhas surgiu na vida de Irma Ascari, já no início da adolescência, no interior de Grão-Pará, ela juntamente com as irmãs, iluminadas a luz que querosene, e embalada pelas cantigas do rádio, bordavam nas horas vagas. Os bordados realizados com esmero e cuidado decoravam lenções, toalhas de mesa, panos de prato e tantas outras peças, que compunha o enxoval das jovens, contou ela. Uma realidade que se via em praticamente todas as residências na região.
Com o passar dos anos mudou-se de sua terra natal no interior de Grão Pará, para Orleans, acostumada a uma rotina de agricultora, e já aposentada, ela passou a usar as horas vagas para Bordar. “Gosto de bordar a mão e sem risco. Não têm dois bordados meus iguais, acho que nem parecidos,” comenta ela. Seus trabalhos foram crescendo em número à medida que os dias iam passando, e os bordados que no inicio eram para presentear amigos e familiares, também começaram a ser vendidos. Muitos panos de pratos e trabalhos seus estão espalhados pelas residências Orleanense. “Eu bordo e minha irmã Augusta e quem vende,” comentou ela.
Assim como ela muitas bordadeiras existem em nossa região. Alguns destes trabalhos são expostos em feiras e festas no município. Mas que um prazer, é uma arte que pode ser um complemento na renda da família.

- Anúncio -
-Anúncio-