19 setembro 2020 - 12:25

Autoridade Portuária cadastra edificações para elaborar Plano de Manutenção Civil do Porto de Imbituba

O Setor de Obras e Infraestrutura da SCPAR Porto de Imbituba vem trabalhando, desde abril, no cadastramento das edificações existentes dentro do Complexo Portuário de Imbituba, a fim de elaborar o Plano de Manutenção Civil do porto. Até dezembro de 2020, o objetivo é reunir dados detalhados de 35 edificações, que correspondem a mais de 10 mil m² da área construída.

“Já temos 20% do levantamento pronto e a ideia é de que até o fim do ano possamos juntar todas as informações úteis sobre as edificações que estão sob responsabilidade da SCPAR e traçar o plano de manutenção preventiva do porto. O objetivo deste levantamento é manter nossos dados sempre atualizados e condizentes com a realidade das instalações”, explica Fernanda Diniz Pasqualetti, técnica em edificações da Autoridade Portuária.

No cadastro das edificações constarão informações relacionadas às características estruturais e elétricas, o memorial descritivo, bem como as plantas e layouts de todas as instalações, com exceção das áreas arrendadas para outras empresas. As primeiras edificações cadastradas foram o prédio da Balança 1, reformado em abril, e a Portaria 1. “O levantamento dessas informações é realizado através de visitas no local por inspeção visual e pesquisa no Anexo 2 do nosso Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ)”, acrescenta a técnica. O Plano de Manutenção Civil é uma das ações previstas no Planejamento Estratégico de Longo Prazo (PELP) 2020-2024 da SCPAR Porto de Imbituba.

Fonte: Setor de Comunicação Social – SCPAR 

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-