29 setembro 2020 - 4:58

Aneel definirá novo prazo para recadastramento rural

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) emitiu comunicado informando que o processo para recadastramento de consumidores com tarifa rural está suspenso. Com isso, a Celesc reforça que os 234,2 mil consumidores rurais cadastrados na área de concessão atualmente, têm os benefícios garantidos até o anúncio de nova data.

“É importante frisar que os clientes com perfil rural não precisam mais ir até as lojas da Celesc para realizar o recadastramento e que, tanto os que já estavam com processo em análise, quanto os que ainda não haviam dado início aos trâmites, permanecem com o desconto tarifário”, enfatiza Evandro de Paula Santos, gerente do Departamento de Gestão de Clientes e Faturamento da Celesc.

Entretanto, de acordo com a ANEEL, a situação não muda para os que, após análise, perderam o benefício e foram notificados pelas distribuidoras. “Os casos verificados em que foram identificadas incongruências relacionadas ao perfil do consumidor, não serão revistos, nem terão o benefício restabelecido”, ressalta Santos.

A medida ocorre porque, segundo a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE), tais consumidores tiveram curto prazo para realizar o processo. A previsão é de que a nova data seja estabelecida após consulta pública realizada pela ANEEL.

Sobre o Celesc Rural

O Recadastramento Rural teve início em 2019, após determinação da ANEEL por meio da Resolução nº 800/2017, para analisar o perfil de consumidores rurais que têm direito às reduções tarifárias, entre 8% e 24%.

Colaboração: Dafnée Canello – Equipe Comunicaz a serviço da Celesc

- Anúncio -
-Anúncio-
-Anúncio-
-Anúncio-